cultura

Nesta exposição vai conhecer a história dos antigos aquedutos portugueses

Pode visitar a mostra de fotografia até ao dia 28 de novembro, sábado. Descubra qual o aqueduto do concelho.
Aqueduto dos Arcos. Foto: Visit Setúbal.

Não há dúvida de que os aquedutos são uma das imagens de marca de qualquer cidade. No passado foram construídos para abastecer as populações, mas hoje são importantes monumentos, que escondem séculos de história.

Se quiser descobrir um pouco mais sobre a evolução de alguns dos mais antigos aquedutos portugueses, tem de visitar a exposição Aquedutos de Portugal — Água e Património. A mostra da autoria do museólogo e investigador Pedro Inácio resulta de um levantamento fotográfico, iniciado em 2017, para investigação de antigos aquedutos nacionais

A exposição está patente na Biblioteca de Azeitão até ao próximo dia 28 de novembro, sábado. A galeria funciona de segunda a sexta, das 9 às 12h30 e das 14 às 17h30. Aos sábado, o horário é das 14 às 18 horas. 

Se leu o artigo até aqui e está a pensar se existe algum aqueduto em Setúbal, nós damos-lhe uma ajuda. Construído no reinado de D. João II, o Aqueduto de Setúbal também é conhecido como Aqueduto dos Arcos e fica junto ao atual Jardim da Algodeia.

Originalmente, o aqueduto partia da Arca d’Água (Alferrara) e terminava no centro da cidade de Setúbal, sendo a maior fonte de abastecimento da população. Porém, com a construção do Chafariz do Sapal na Praça do Bocage, junto aos Paços do Concelho de Setúbal, em 1693, a cidade deixou de depender do Aqueduto dos Arcos.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA