cultura

Já foi divulgado o cartaz da Mostra de Artes Performativas de Setúbal

A terceira edição da MAPS decorre de 8 a 17 de julho. Conheça os detalhes do programa.
Todos os eventos são de entrada livre.

A MAPS —  Mostra de Artes Performativas de Setúbal está de volta para a terceira edição nos dias 8 a 17 de julho. Este ano, o evento organizado pela Câmara Municipal de Setúbal conta com 27 apresentações em várias zonas da cidade.

Os espetáculos vão ser desenvolvidos por artistas e companhias portuguesas e estrangeiras. O objetivo é incentivar a participação e a colaboração ativa do público com o artista e a obra. Todos os eventos da MAPS são de entrada livre, mas por causa das restrições da pandemia, é obrigatório fazer a reserva através do email maps@nullmun-setubal.pt.

Além dos eventos do programa, durante a MAPS, é possível visitar a exposição “Blackest Dogs”, de Samir Noorali, na Gráfica — Centro de Criação Artística; as instalações “A.braço.te”, de Paula Moita e “Patrõa e o tempo”, de Ian Elianyuri, ambas no Bairro das Ideias, designação dada à Rua Arronches Junqueiro, fechada recentemente ao trânsito.

“Blackest Dogs”, aberta ao público uma hora antes do início de cada atividade agendada para A Gráfica, é uma exposição focada na coevolução do Homem com os cães, revelando-se o comportamento de um cão num centro de recolha animal durante 24 horas.

A instalação “A.braço.te”, de acesso permanente no Bairro das Ideias, nasceu da regra de distanciamento físico, com a artista Paula Moita a propor um abraço coletivo.“Patrõa e o tempo”, também de exibição permanente no Bairro das Ideias, é um alerta sobre o tempo gasto pelas mulheres com as tarefas domésticas.

Conheça agora o programa completo da edição da MAPS 2021. 

8 de julho

21 horas — Espetáculo de dança de Francisco Camacho, “Viagem Sentimental # Setúbal”, na Gráfica.

9 de julho

21 horas — “Arranjo Floral”, conferência-performance biográfico sobre um artista nascido em Fátima, na Gráfica.

10 de julho 

11 e 17 horas — Performance apresentada pela companhia de artes performativas e visuais de rua PIA — Projetos de Intervenção Artística no Jardim Engenheiro Luís da Fonseca. 

11 de julho

15 e 18 horas — “A Estranha Viagem do Senhor Tonet”, instalação de som, luz e movimento, com nove jogos interativos criados a partir de construções de madeira.

15 e 18 horas — “Rojo”, de Mireia Miracle Company, integrado no programa do Mini-MAPS, dedicado ao público mais jovem, no Parque do Bonfim.

16 e 17h30 — “Antiprincesas – Carolina Beatriz Ângelo”, encenação sobre a médica e feminista portuguesa que se tornou a primeira mulher a votar em Portugal, em 1911, também no Parque do Bonfim.

13 de julho

21 horas — Espetáculo de dança “On the road: das Sutilezas ao Jardim do Éden”, pela coreógrafa e intérprete Inês Oliveira, na Gráfica.

21h45 — Concerto Huesos del Niño versus Carlota Oliveira, com inspirações na luz e na videoarte. 

14 de julho

19 horas — “Artivismo”, da Conversas FOmE, encontro sobre o trabalho artístico contemporâneo e, em particular, sobre o que é ser artista-ativista.

21 horas — Concerto Museum Museum versus Tiago Hesp na Gráfica.

16 de julho

19 horas — Debate Conversas FOmE, “Residências e experiências”, na Gráfica.

21 horas — Apresentação do artista luso-brasileiro Diego Bragà, “Geografia do Amor”.

A fechar a terceira edição da MAPS realiza-se o concerto GLUM — Grupo de Limpeza Urbana Musical, na Praça de Bocage. O evento está marcado para o dia 17 de julho, sábado, a partir das 21 horas. O programa completo do evento está disponível no site do município.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA