cultura

Gabriel, o Pensador na Feira de Sant’Iago: “Vou levar Setúbal no coração”

A New in Setúbal falou com o rapper brasileiro sobre a sua paixão por Portugal e pelo surf, depois do concerto da Feira.
O último concerto da feira foi com o rapper brasileiro. Foto: CMS

A Feira de Sant’Iago terminou este domingo, 4 de agosto, com um mega concerto de Gabriel, o Pensador, no Palco Setúbal, que fez toda a gente tirar o pé do chão. Apaixonado pelo nosso País e pelo surf, o rapper brasileiro cantou alguns dos temas mais conhecidos, como “Tás a Ver”, “Tô Feliz (Matei o Presidente)”, “Maresia”, “Astronauta”, “Não Faço Questão”, “Linhas Tortas”, “Surfista Solitário”, entre outros.

Depois do concerto, Gabriel, o Pensador, de 45 anos, natural do Rio de Janeiro esteve à conversa com a New in Setúbal, numa entrevista única nos bastidores da Feira de Sant’Iago. O brasileiro, que durante o espetáculo vestiu uma camisola da Seleção Nacional e do Vitória Futebol Clube (VFC), falou sobre o início da sua carreira, os spots favoritos para surfar em Portugal e a sua última visita a Setúbal, onde até provou sardinhas, choco frito e moscatel.

À New in Setúbal, Gabriel explicou que escreve desde miúdo e entrou no universo do rap, com 16 anos. Nessa altura só pensava em gravar um disco. Acabou mesmo por se estrear na música, com o tema “Tô Feliz (Matei o Presidente)”. A fita experimental passou inicialmente na rádio, a pedido dos ouvintes, e foi um autêntico sucesso. “A música foi escrita na época de Michel Temer, mas agora com o novo governo de Jair Bolsonaro mantém-se bastante atual. Falo dos índios que estão a ser massacrados no Brasil e das pessoas cheias de ódio no coração”, explica.

O que achou do público setubalense?
Quando começaram a participar no espetáculo, vi logo que era uma plateia bem quente e foram vários os momentos de vibração.

O que gosta mais em Portugal?
Sinto-me sempre em casa, tenho muitos amigos, conheço vários lugares e sempre que posso, volto. Costumo parar na estrada para ver o pôr-do-sol como turista, porque é sempre diferente olhar o mar, as praias, os penhascos e a vegetação.

Já teve oportunidade de visitar Setúbal?
Sítios turísticos, ainda não, preciso de ver com calma. Vim cá há alguns anos, fui a um bar, comi sardinhas, choco frito e moscatel, conversei e visitei o clube do Vitória de Setúbal, porque também gosto muito de futebol. Recordo-me que nesse dia, estava a dar um jogo da Seleção Nacional sub-20 e estava tudo muito animado na cidade. Mas melhor do que visitar qualquer local turístico, é entrar no coração das pessoas durante os espetáculos, como aconteceu hoje.

Qual o seu prato favorito?
Tanto no Brasil, como em Portugal é polvo à lagareiro.

E sobremesa?
Petit gateau.

O seu grande hobby é surfar. Tem algumas praias portuguesas, em que goste mais de apanhar uma boa onda?
Sim, algumas. Torres Vedras, Nazaré e Ericeira. Dois lugares que amo também são os Açores e a Madeira.

Conhece algumas praias da região de Setúbal?
Não, mas gostava muito de conhecer a Praia da Ribeira do Cavalo, em Sesimbra. Está na minha lista, apesar de não ser destino de surf.

Qual a sua viagem de sonho?
Uma aventura muito louca: ir surfar para a Namíbia.

Projetos para o futuro?
Até dia 31 de agosto, temos concertos em Loulé, Açores e no Festival Sol da Caparica. E depois, claro, fazer essa viagem para a África. 

A Feira de Sant’Iago decorreu de 20 de julho a 4 de agosto, com o tema da gastronomia. Foram 16 dias de festa, com super slide, roda gigante, dezenas de showcookings e concertos épicos. Na página oficial de Facebook, a organização de um dos maiores eventos a sul do País revelou que já há datas para a próxima edição. A festa de todos os setubalenses volta ao Parque das Manteigadas, entre os dias 25 de julho e 9 de agosto de 2020 e o tema serão as Praias de Setúbal. 

tags: bastidores, Brasil, concerto, Entrevista, Feira de Sant’Iago 2019, Gabriel O Pensador, surf