cultura

Casa da Cultura de Setúbal celebra 10 anos com um programa especial

As comemorações arrancam no dia 5 de outubro, quarta-feira, a partir das 15h30.
Renato Sousa vai dar um concerto.

Inaugurada a 5 de outubro de 2012, a Casa da Cultura de Setúbal é um dos principais polos de dinamização cultural do concelho e um espaço onde se privilegia a difusão da arte contemporânea nas suas mais variadas manifestações. Música, cinema e uma oficina de ilustração são atividades que compõem o programa comemorativo do décimo aniversário da Casa da Cultura que decorre entre os dias 5 e 9 de outubro, de quarta-feira a sábado. 

As comemorações do décimo aniversário têm início no dia 5 de outubro, quarta-feira, às 15h30, com a oficina de ilustração “Cores, coisas e bicharada!”, conduzida por Irina Raimundo, no âmbito do projeto “Às páginas tantas…quantas?”. A atividade, a realizar no Espaço João Paulo Cotrim, tem como ponto de partida uma exposição de André Letria no âmbito da Festa da Ilustração de Setúbal 2022.

A música completa o programa de 5 de outubro com dois concertos de entrada gratuita, às 17h30, no Pátio do Dimas, pelo Ensemble da Escola de Jazz da Sociedade Musical Capricho Setubalense e, às 18h30, no exterior da Casa da Cultura, por Luke Winslow King.

As atividades prosseguem no dia 7 de outubro, sexta-feira, às 21h30, na Sala José Afonso, com a exibição da obra de Vincent Mael CardonaLes Magnétiques”, do ciclo Filme Francês do Mês, numa sessão de entrada gratuita.

A música regressa no dia 8 de outubro, sábado, às 21h30, com um concerto pelo guitarrista setubalense Renato Sousa que vai revisitar algumas das melodias mais emblemáticas da carreira de José Afonso, com arranjos influenciados por estilos como jazz, música clássica e bossa-nova. O espetáculo, do ciclo Emergências, decorre na Sala José Afonso e o bilhete custa 4€.

O programa encerra no dia 9 de outubro, domingo, com o espetáculo musical “Meta:phor/morphosis” pelo projeto Disruption Ensemble, agendado para as 16h30, na Sala José Afonso.

O vereador da Cultura da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, assinala que “dez anos de Casa da Cultura de Setúbal são dez anos de conversas com escritores, dez anos de música, dez anos de teatro, dez anos de artes plásticas, dez anos de festa, dez anos de serviço público, de participação democrática”, num equipamento que a autarquia criou para ser “um espaço de todos e para todos, onde se privilegia a difusão da arte contemporânea nas suas variadas práticas”.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA