cultura

Atenção: os espetáculos da cidade têm novos horários

A Câmara de Setúbal adaptou a agenda cultural de novembro e dezembro por causa do estado de emergência. Saiba tudo o que mudou.
Alguns eventos foram cancelados.

Com o prolongamento do novo Estado de Emergência, que determina o fecho dos equipamentos culturais às 22h30 durante a semana e às 13 horas aos fins de semana e feriados, a Câmara Municipal de Setúbal readaptou a agenda cultural da cidade prevista para novembro e dezembro.

Alguns espetáculos foram cancelados e outros mudaram de horário. Se tem bilhetes comprados, anote bem as alterações. 

Na Casa da Cultura, as iniciativas “Em Voz Alta – Os Nossos Poetas”, pelos Artistas Unidos, marcadas para o dia 26 de novembro, às 21 horas, e “Muito Cá de Casa”, com Paulo Martins, a 27, às 21 horas, foram canceladas. Em alternativa, os eventos serão transmitidos online.

Neste equipamento cultural, a 28, a peça infantil “E Se, De Repente, Fosse Tudo ao Contrário?”, dinamizada pelo Teatro Educativo, foi reagendada para as 10h30. Ainda na Casa da Cultura, o concerto com o Disruption Ensemble, do ciclo Disrupção, que estava marcado para dia 29, foi adiado para 10 de janeiro.

Em dezembro, a programação da Casa da Cultura reserva, para o dia 3, às 21 horas, a inauguração de uma exposição de João Francisco Vilhena sobre Cruzeiro Seixas e, às 21 horas o concerto com os Sun Blossoms.

A Casa da Cultura recebe, a 5, às 11 horas, o lançamento do livro “Força Africana” organizada pela AJA, e a 6, às 11 horas a exibição do filme “Damine Veut Changer Le Monde”, no âmbito do ciclo O Filme Francês do Mês.

No dia 8, a tertúlia da Associação José Afonso “Abril – Vivências da Clandestinidade” que estava agendada para as 16 horas foi cancelada. Já o espetáculo participativo “Lugar-Abrigo”, de Ricardo Guerreiro Campos, decorre no dia 12, a partir das 11 horas. 

No Museu do Trabalho Michel Giacometti, a 27 de novembro, às 19 horas, há um concerto com o Quarteto de Jazz Guida Palma. O evento, no âmbito da candidatura municipal Mural 18, tem entrada gratuita, mas também é obrigatória a reserva através do email rececao.casacultura@nullmun-setubal.pt.

Também a 27, às 21 horas, na Igreja de Jesus, no âmbito de um novo ciclo musical intitulado Música Arrábida Religiosus Musicae, realiza-se o Concerto “Júbilo”, que junta o pianista Francisco Sassetti e a soprano Ângela Silva. A entrada é livre.

No Fórum Municipal Luísa Todi, o concerto pela Orquestra Clássica Metropolitana, agendado para o dia 28 à noite, foi cancelado. 

Já o espetáculo Grande Festa do Fado de Setúbal, com mais de 15 fadistas convidados, mantém-se no Fórum Municipal Luísa Todi no dia 29 passou para as 11 horas.

Igualmente no Fórum Luísa Todi, as sessões da Lauro António Masterclass, com as exibições dos filmes “A Janela indiscreta”, a 30 de novembro, e “Johnny Guitar”, a 7 de dezembro, foram canceladas.

No Luísa Todi, em dezembro, o Grupo de Teatro Puzzle, do Clube Animação Jovem da APPACDM de Setúbal, apresenta, a 3, às 21 horas, no âmbito do Festival ExpressArte – XXI Encontro de Expressões Artísticas e do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, o projeto multidisciplinar “O Preconceito Conceituado”.

No dia 5, a Academia de Dança Contemporânea de Setúbal antecipou para as 11 horas, o tradicional espetáculo de Natal. Já nos dias 9, 10 e 11, este equipamento cultural acolhe o espetáculo “A Vingança”, pela Companhia de Ópera de Setúbal, com sessões às 21 horas.

A Igreja de Jesus recebe, no dia 4, às 21h00, o segundo concerto do ciclo Música Arrábida Religiosus Musicae, desta vez com a formação Mediaevus Ensemble. A entrada também é gratuita. 

Este novo ciclo de música religiosa conta ainda com mais dois espetáculos, ambos no Convento de Jesus, às 21 horas. O primeiro, a 11, com o Quarteto de Cordas de Sintra, o segundo a 18, com o Ensemble Vocal Introitus, ambos de entrada livre.

No dia seguinte, a 19, o Convento de Jesus volta a partilhar música, desta com o Coro Feminino TuttiEncantus, no âmbito do ciclo Convento ConVida. A entrada é livre. O evento começa às 11 horas.

Finalmente, o Cinema Charlot – Auditório Municipal mantém a exibição a 9, às 20 horas, do filme “Ferrugem e Ossos“, de Jacques Audiard, integrada na Semana da Deficiência 2020.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA