compras

Reborn: aqui faz-se bijuteria a partir de lixo

A oficina de reciclagem criativa está no centro da Baixa de Setúbal e abriu no início do mês.
Na Reborn tudo ganha uma nova vida.

Garrafas de plástico, latas de refrigerantes, CD’s, cápsulas de café, borrachas de câmaras de ar antigas, papéis de jornais e revistas. Todos estes materiais que naturalmente iriam para o lixo ganham uma outra vida na Reborn, a nova oficina de reciclagem criativa da Baixa de Setúbal.

O espaço, na Rua Arronches Junqueiro abriu no início de maio e está cheio de verdadeiras obras de arte cem por cento handmade feitas com matérias-primas portuguesas. Na loja estão à venda peças de bijuteria (pulseiras, colares, brincos) e artigos decorativos como relógios, candeeiros e jarrões. Todos os modelos são únicos e custam desde 5€.

A decoração da Reborn também foi feita com base no reaproveitamento do espólio pessoal e familiar de Eugénia de Almeida, 57 anos, responsável pelo atelier com cerca de 40 metros quadrados. Os sofás, as mesas e as cadeiras foram recuperados, tal como o quadro de ardósia e o armário. Ao fundo existe uma parede branca com frases inspiradoras escritas pela artista ou deixadas pelos clientes.

Eugénia esteve ligada ao ramo da distribuição alimentar durante mais de 30 anos, mas sempre fez trabalhos manuais como hobbie. Aquilo que começou por ser “uma brincadeira” tornou-se numa atividade mais séria há cerca de cinco anos. “Inspirei-me numa senhora que conheci na feira da ladra e que fazia peças com cápsulas de café e também fui começando a fazer os meus trabalhos como autodidata”, conta à New in Setúbal.

Para a artista, o nome Reborn foi escolhido porque não existe uma tradução direta em português para o termo upcycling e também pelo facto de a mudança da distribuição alimentar para trabalhos manuais representou um “autêntico reborn na vida e carreira” de Eugénia.

As peças são únicas e cem por cento handmade.

Os jornais e revistas são cedidos por cafés da região e o resto dos materiais são fornecidos por amigos de Eugénia e também resultam de consumo próprio. Mais do que um negócio, a artista acredita que pode ajudar “a envolver as pessoas nos temas ambientais e fazer com que adotem comportamentos mais sustentáveis”. Até agora, o atelier tem sido visitado por muitos estrangeiros ligados ao mundo artístico, setubalenses e turistas nacionais sobretudo do norte do País.

Quem manda nisto tudo

Nome: Eugénia de Almeida
Idade: 57
Marca favorita: Bordallo Pinheiro
Guilty pleasure: Criar
Convença-nos a visitar o espaço: “Todos somos responsáveis no que toca ao futuro do Planeta”. 

tags: arte em papel, Baixa, bijuteria, novidade nis, peças decorativas, Reborn

localização, contactos e horários

morada
  • Reborn [ver mapa]
    Rua Arronches Junqueiro, 95
    2900-250 Setúbal
site e redes sociais
horários
  • Segunda a sábado
  • Das: 10:00
  • Às: 19:00