compras

O “Alfredo Marceneiro” de Azeitão que cria (e ensina) uma forma diferente de arte

João Alfredo era informático, mas a necessidade de se conectar com a natureza — inspirado pelo avô — levou à criação do novo negócio.
Participe no workshop.

No século XX, existiu um artista que marcou a história de Portugal, por ser detentor de uma voz inconfundível. O fadista Alfredo Marceneiro morreu em 1982 e deixou um legado insubstituível na cultura do País. O que não sabe é que vai encontrar em Azeitão outro Alfredo Marceneiro, mas artista do seu tempo e da sua arte: a marcenaria.

João Alfredo Marques, 48 anos, nasceu em Palmela, mas vive em Azeitão desde 2006. A paixão por esta forma de arte remonta à sua infância e à ligação com o avô, que trabalhava nessa área, entre muitas outras. João guarda, ainda hoje, uma mesa feita por ele, que usa como bancada de trabalho.

No entanto, foi quando decidiu fazer o seu primeiro workshop de introdução à marcenaria em 2020, enquanto também fazia a transição da carreira em informática para tempo parcial, que começou a levar esta paixão mais a sério. Construiu uma carreira como programador informático mas, em 2020, decidiu fazer o primeiro workshop de introdução à marcenaria.

Foi, então, com 43 anos, que mudou o trabalho e estilo de vida para algo que deixava o artista azeitonense verdadeiramente realizado. E assim nasceu a marca Alfredo Marceneiro. “A decisão de me dedicar à marcenaria foi impulsionada por um desejo de explorar algo mais conectado à natureza e à construção de projetos pessoais. Depois de anos a trabalhar com computadores e tecnologia, senti a necessidade de encontrar uma atividade mais manual e criativa, que me permitisse um maior contacto com materiais naturais e uma sensação de realização”, confessa à New in Setúbal.

Desde aí que tem continuado a aperfeiçoar as habilidades através da criação de peças de autor, recebe encomendas de clientes, participa em feiras e mercados, bem como workshops para expandir o conhecimento. Em março completa um ano que abriu um showroom de peças decorativas em madeira, no antigo Cinema Vitória Azeitonense (CVA) de Azeitão, onde encontra, principalmente, peças de autor.  

“As peças que produzo abrangem uma grande variedade, desde porta-chaves e brincos até tábuas de servir/corte e peças mais elaboradas, como jogos de xadrez e mesas”, explica. Os preços variam de acordo com a complexidade e o material utilizado. Por exemplo, os porta-chaves e brincos, a maioria deles feitos a partir de sobras de outros projetos, variam entre 6€ e 10€.

As tábuas de servir/corte têm preços que variam entre 15€ a 90€, dependendo do tamanho e do tipo de madeira. Já as peças mais elaboradas, como os jogos de xadrez e mesas, começam em 100€, tendo em consideração o tempo e a habilidade necessários para a sua criação. Também, por isso, não tem um prazo certo para a conclusão dos trabalhos. No site do artesão, vai encontrar todas as informações ao detalhe dos artigos.

Faz, desde outubro de 2023, workshops de spoon carving, que consiste em esculpir uma colher a partir de um pedaço de madeira, usando ferramentas e técnicas tradicionais. Costuma decorrer uma vez por mês. O sétimo evento acontece a 24 de março, domingo, das 15 às 19 horas.

“Partindo de um pedaço de madeira, geralmente proveniente de podas de árvores, vai desenhar a forma desejada da sua colher. A seguir, terá uma demonstração das técnicas a utilizar e receberá orientações sobre a segurança com as ferramentas. Com ferramentas, utensílios e técnicas tradicionais, vamos percorrer as diversas fases de esculpir a sua própria colher. No final, cada participante levará consigo uma colher de madeira feita com as suas próprias mãos”, explica João.

Não é necessário criar apenas uma colher. Pode optar por esculpir um garfo, espátula ou outra forma ditada pela madeira e seus veios naturais. As vagas são limitadas a quatro pessoas e, caso haja necessidade, vai abrir outra turma na parte da manhã, das 9 às 13 horas. O valor de inscrição é de 70€, feita via mensagem direta pelo Instagram. O pagamento é feito por MB Way ou transferência bancária. O preço inclui oferta de karving kit personalizado.

Carregue na galeria para conhecer algumas das peças de arte feitas em workshops e outras que pode comprar no CVA de Azeitão ou online.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA