compras

Já viu como era o Mercado do Livramento em 1918?

O famoso mercado celebra 145 anos este sábado. A NiS conta-lhe a história e mostra-lhe imagens de arquivo surpreendentes.
Mercado do Livramento (primeiro mercado composto por três edifícios), 1918.

O Mercado do Livramento, na Avenida Luísa Todi, é um dos spots de paragem obrigatória para quem visita a cidade. Vende o peixe e o marisco mais frescos, legumes, flores, queijos, enchidos e é lá que se sente a verdadeira alma dos setubalenses.

Este sábado, 31 de julho, o famoso mercado faz 145 anos. Por essa razão, a New in Setúbal conta-lhe a história deste monumento e mostra-lhe algumas imagens antigas a preto a branco do Mercado do Livramento, retiradas do Arquivo Fotográfico Américo Ribeiro, e cedidas pela Câmara Municipal de Setúbal à NiS.

O Mercado foi inaugurado a 31 de julho de 1876, na Avenida Luísa Todi, no espaço onde existiu o antigo baluarte do Livramento. A estrutura foi mandada construir pela Câmara Municipal de Setúbal durante a presidência de António Rodrigues Manito.

Com o aumento da população, o mercado foi demolido e substituído por uma versão mais moderna. Neste caso, as obras começaram em 1927, e a inauguração oficial foi em julho de 1930. Antes disso, o sítio para a venda de peixe era a Ribeira Velha, atual Largo Dr. Francisco Soveral. Os legumes e frutas vendiam-se na numa zona da Praça do Bocage (Sapal).

Em 2015, o Mercado do Livramento foi considerado um dos melhores mercados de peixe do mundo, pelo jornal “USA Today”. A publicação americana destacou os vários atributos da conhecida “praça” setubalense, colocando-a ao lado dos mercados de Tsukji, no Japão e do New Fulton Fish Market, em Nova Iorque. 

Além de receber várias iniciativas gastronómicas ao longo do ano, no âmbito da marca Setúbal Terra de Peixe, o mercado foi um dos cenários escolhidos para as gravações da novela da SIC, “Mar Salgado”.

Gonçalo Dinis, João Ricardo, Maria João Abreu e Inês Castel Branco, que faziam parte do núcleo cómico da produção, passaram vários meses nas bancas de peixe, onde aprenderam algumas técnicas com os comerciantes mais antigos.

As instalações do mercado foram remodeladas depois de obras de requalificação realizadas entre 2010 e 2011. Da arquitetura do espaço, destaca-se um painel com 5.700 azulejos, alusivos à pesca e agricultura da autoria do gravador e pintor português Pedro Pinto.

Na entrada norte encontram-se, ainda, de ambos os lados, dois outros painéis da autoria de Rosa Rodrigues, com imagens da cidade, datados de 1944.

A seguir carregue na galeria para ver imagens antigas e atuais do Mercado do Livramento. 

 

 

 

 

 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA