compras

Há uma nova loja em Setúbal que vende peças de designers portugueses

O espaço, aberto desde o dia 16 de maio, pertence a Rita Salazar e fica na Praça do Bocage.
Rita Salazar é a responsável da loja e está na área da moda há mais de 20 anos.

Ana Salazar, estilista, foi a pioneira da moda em Portugal, nos anos 80. Após a queda da ditadura no nosso País, começou a desenhar e a produzir as suas peças de roupa que chamaram à atenção de artistas nacionais e internacionais. Mais tarde, criou os Acontecimentos de Moda, que hoje conhecemos como desfiles. A sua filha, Rita Salazar, 57 anos, seguiu o mesmo caminho e já está na área da moda há mais de 20 anos. Atualmente, tem uma loja na Avenida de Roma, em Lisboa, e, no dia 16 de maio, abriu a Rita Salazar Store, outro espaço em Setúbal, na Rua Augusto Cardoso. Fica no Sítio, um espaço de cowork em pleno coração da Praça do Bocage.

A viagem profissional de Rita Salazar pelo mundo da moda começou aos 20 anos, apesar de ter passado a sua infância em contacto com esta área, por influência claro da mãe e do pai, Manuel Salazar, que geria toda a parte financeira do negócio. “Quando era mais nova dizia que queria tudo menos trabalhar em moda porque eles estavam sempre muito ocupados”, conta à New in Setúbal.

No entanto, acabou por perceber que este era, de facto, o mundo onde pertencia, quando surgiu a oportunidade de abrir uma loja Ana Salazar, em Paris. Tinha apenas 20 anos. “Aceitei logo fazer parte do projeto. Foi algo impulsivo, mas fantástico. Fez-me ir para uma área que descobri que adoro”, confessa.

Ficou na cidade francesa durante 11 anos e considera que foi “uma grande escola” onde aprendeu imenso. “No fundo, eu era a pessoa encarregue de ir aos salões de Milão ou Nova Iorque, arranjar os agentes, montar os desfiles, etc.. Abracei várias áreas dentro da moda, o que foi muito positivo para mim”, indica. A partir de Paris, a marca começou a ser vendida para todo o mundo.

Em 1996, regressou a Portugal e começou a trabalhar a marca ainda em diferentes áreas, desde o marketing aos desfiles, através da loja em Lisboa, na Avenida de Roma. No entanto, na altura, os artigos da marca Ana Salazar eram elogiados, mas demasiado caros. Então, Rita Salazar, pensou na possibilidade de fazer uma segunda linha com preços mais acessíveis. Foi assim que se desenvolveram várias ramificações do negócio.

Mais tarde, Manuel Salazar ficou doente e acabou por passar a gestão financeira do negócio a um grupo económico, com o qual Rita entrou em colisão, resultando na sua saída da marca. No entanto, ficou com a loja de Lisboa, que hoje tem o nome de Rita Salazar Store, onde vende várias marcas de diferentes artistas, o mesmo conceito que aplica agora na loja de Setúbal.

No espaço, vendem-se, sobretudo, peças de artistas portugueses. “Interessa-me muito ter designers nacionais porque eu acho que têm imenso valor. Por isso quero colocar em destaque os trabalhos deles”, afirma Rita Salazar. Uma das marcas presentes na loja, destacada pela responsável é a SKFK que, apesar de ser de Bilbao, têm uma fábrica em Portugal. Segundo Rita Salazar, é “uma das pioneiras da moda sustentável”, uma vez que utilizam algodão orgânico para a confeção das peças.

Há também a Dream Catchers, que é da designer portuguesa Maria Ochôa Pires, em que as peças incluem tingimentos artesanais, tornando-as únicas. Existem ainda as etiquetas Mandarina Duck, Valentim Quaresma, Paula Vieira, Margarida Reduto, Margarida Valente, Venus has a Garden e Margarida Lobo Dias.

Atualmente, a loja tem roupa para mulheres, mas a ideia será também ter algumas opções para homens no catálogo. Ainda assim, o conceito é “vestir o que somos” e o que faz as pessoas sentirem-se bem. “As peças não têm idade. As pessoas devem usar a roupa que gostam, como gostam”, indica Rita Salazar.

Algumas das peças são de tamanho único, uma vez que, no momento da confeção, não é possível fazer duas iguais, como é o caso das sugestões da Dream Catchers. No entanto, há outras marcas que disponibilizam vários tamanhos. Rita Salazar avança que um dos objetivos será introduzir a cada 15 dias, ou a cada mês, artigos novos consoante a época ou o que as clientes procuram, pois a novidade é algo de que gostam muito.

Por enquanto, a loja ainda não tem redes sociais, mas é uma aposta que está para breve. O horário de funcionamento é de segunda-feira a sábado das 10 horas às 14 horas, e das 15 horas às 19 horas.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Rita Salazar
Idade: 57
Marca favorita: Alexander McQueen
Guilty pleasure: Viajar
Convença-nos a visitar o espaço: “Apostamos na diferenciação, qualidade dos materiais e sustentabilidade. As nossas propostas vão ao encontro da personalidade de cada um”.

De seguida carregue na galeria para conhecer algumas das peças que pode encontrar na Rita Salazar Store.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. de Augusto Cardoso 34
    2900-277 Setúbal
  • HORÁRIO
  • De segunda a sábado das 10h às 14h e das 15h às 19h

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA