compras

Este barbeiro faz cortes de cabelo nos jardins da cidade a troco de uma conversa

A iniciativa inédita em Setúbal é de Thiago Maya que pretende ouvir as histórias das pessoas e ajudar a quebrar a solidão.
Thiago Maya, empresário no ramo da barbearia.

Certamente que ao longo do ano já viu pelos parques da cidade um barbeiro a cortar cabelos, sem cobrar nada pelo trabalho realizado. Pois bem, chama-se Thiago Maya, tem 36 anos e é empresário no ramo da barbearia. Não olha a cor, raça, género ou outro tipo de caraterística para ir ao encontro das pessoas. Não há nenhum critério.

Thiago é brasileiro e está em Portugal há oito anos. A mãe já vivia no nosso País há 20 anos, mas não em Setúbal. Assim que o barbeiro chegou à cidade do Sado ficou completamente rendido aos seus encantos. Foi nessa altura que iniciou o projeto da Barbearia Maya. Atualmente, a marca está instalada no interior do Intermarché de Setúbal e tem lá colaboradores, entre as 10 e 20 horas, de segunda-feira a sábado, e domingo entre as 10 e as 18 horas para receber os clientes. 

Já Thiago está dedicado a este projeto original e inédito no concelho. Começou a ir aos parques da cidade, conversar com as pessoas, saber a história de cada uma e a cortar-lhes o cabelo entre março e abril deste ano. Foi bi-campeão nacional de barbeiros em Portugal e aí começou a avançar com este projeto na rua. Depois de ter participado em torneios e competições passou a ser mais conhecido no País e atualmente a marca é uma das maiores da Margem Sul, tanto na dimensão como no conhecimento.

A ideia surgiu porque viu alguém dos Estados Unidos da América a fazer algo parecido, mas não neste género. Cortava cabelo, mas não tinha o intuito de conversar com as pessoas e oferecer o corte. “Existem pessoas que precisam mesmo de conversar com alguém, muitas vezes necessitam de um abraço, de uma conversa, de uma atenção”, sublinha. 

O objetivo da iniciativa é conhecer a história de algumas pessoas e claro que se conseguir arranjar alguns parceiros ou ter uma proporção maior é sempre bom. “As pessoas vão ver os vídeos que faço e talvez possam querer entrar como parceiros. Considero que as redes sociais são muito importantes no que toca à divulgação do negócio e através das mesmas conseguimos alavancar os projetos”, reforça.

Thiago depois de um dos cortes de cabelo.

À New in Setúbal, Thiago revelou que o feedback dos setubalenses tem sido bastante positivo. “Dão-me os parabéns e dizem que é uma ação muito bonita e até aconselham a ir a alguns lugares onde pessoas necessitariam de um serviço assim ou de contar a sua história.” Além de percorrer os jardins e parques da cidade, o brasileiro pretende ir a um bairro social, a prisões e a lares de idosos para conhecer principalmente as histórias de quem lá está.  

No Brasil, já trabalhou na indústria farmacêutica, ainda estudou para ser eletricista, mas desistiu. Já está a trabalhar há 17 anos como barbeiro e portanto considera ser esta a sua profissão principal. Pode visitar a página pessoal do Instagram de Thiago Maya, bem como a da barbearia

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA