compras

Esta assistente de bordo setubalense criou uma marca de swimwear sustentável

Susana Soares sempre sonhou ter uma marca própria. Durante a pandemia achou que era a altura certa para fundar a ARACARI SW.
A marca foi lançada em abril.

Desde miúda que Susana Soares coleciona biquínis e é completamente viciada em praia. “Quando era mais nova pegava na mota e ia atrás do autocarro dos meus amigos para as praias da Arrábida. Ficava lá o dia todo, pois sempre foi ali que me senti em casa a olhar para a nossa baía”, começa por contar à New in Setúbal, a setubalense, de 41 anos.

Apesar da paixão pelo swimwear, Susana tirou o curso de assistente de bordo e trabalha há cerca de 14 anos na TAP. Com as restrições das rotas, por causa da pandemia de Covid-19, os voos da companhia ficaram reduzidos a um por mês. Nesse período, ainda que não tenha sido despedida, a assistente de bordo ficou mais tempo em casa e, tal como a maioria dos seus colegas, decidiu que era altura certa para concretizar o seu sonho de infância, que estava “na gaveta há vários anos”.

Como já era apaixonada pela costura e uma eterna biquíni lover, numa das suas viagens pelos países tropicais tirou um curso de costura e modelagem industrial na área de licras, em São Paulo, Brasil, em 2016. Nessa formação aprendeu as técnicas que precisava para fundar a marca de slow fashion ARACARI SW.

O projeto foi lançado oficialmente em abril e vende modelos coloridos de biquínis, triquínis, fatos de banho e páreos. “Decidi apostar na diferença dos modelos e padrões, optando por cores e estampas originais e sobretudo diferentes dos convencionais que existem em Portugal”, explica à NiS a responsável pela marca.

Susana desenha os modelos, mas é a designer brasileira Clau Cicala que faz as estampas em aguarela à mão, o que torna cada peça única e exclusiva. Os tamanhos vão do S ao L mas todos podem ser ajustados ao corpo das mulheres, ou seja, é possível confecionar tamanhos diferentes das partes de cima e de baixo para o mesmo biquíni.

Os tamanhos XS e XL estão disponíveis sob encomenda e o tempo de confeção é de oito a dez dias. As copas dos soutiens também são específicas para swimwear e secam mais rapidamente.

As peças das coleções são inspiradas na América Central e do Sul. As chapas da marca são feitas em aço inoxidável e as etiquetas em silicone para resistirem à água salgada e ao cloro. As licras usadas são sustentáveis.

O preço dos biquínis começa nos 62€. Os paréos custam 22€ e combinam com os modelos de swimwear. Pode encomendar tudo pela loja online da ARACARI SW. No site encontra também um guia de tamanhos e alguns cuidados a ter com as peças.

Se preferir, pode enviar uma mensagem privada através das páginas de Facebook e Instagram, apesar de a compra ter de ser sempre oficializada no site.

O nome ARACARI é inspirado numa viagem à Amazónia. “Nessa viagem vi um tucano lindo com cores vibrantes e ‘cabelo’ encaracolado. Fui pesquisar e descobri que a espécie se chama Aracari Curl Crested e que é considerada a mais social e fashion de todos os tucanos. Por isso, na hora de escolher o nome da marca, decidi apostar no ARACARI”, revela.

Apesar de já ter regressado ao trabalho como assistente de bordo, depois da sua licença de maternidade, a setubalense a morar atualmente em Alcochete, vai continuar com o projeto da ARACARI em paralelo.

A seguir carregue na galeria para conhecer melhor os modelos da ARACARI SW.

 

 

 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA