compras

A nova marca setubalense é para mulheres românticas e descontraídas

A Miss Poppy foi lançada em janeiro. Há vários modelos de roupa e bijuteria de autor.
Pode encomendar os modelos através das páginas de Facebook e Instagram da marca.

Isa Amaral nasceu em Oeiras e viveu a sua infância e adolescência em Cascais. No ano 2000, decidiu mudar-se da baía de Cascais para a de Setúbal, onde vive atualmente. Apesar de ter trabalhado como jornalista, o espírito empreendedor de Isa levou-a criar uma empresa de organização de eventos.

O negócio estava a correr muito bem até ao primeiro confinamento decretado em março de 2020 por causa da Covid-19. Com a atividade completamente parada, a empresária sentiu que devia reinventar-se e dar um novo rumo à sua profissão.

“Quando fiquei em isolamento comecei a pensar no que podia fazer para criar algo diferente do que já existia no mercado. Mergulhei no mundo do comércio online e encomendei dezenas de produtos, desde roupas, calçado e até livros, que não tinha por hábito comprar antes da pandemia”, começa por contar à New in Setúbal, Isa Amaral, 50 anos.

Depois de pesquisar em sites de venda de biquínis e fatos de banho, Isa decidiu criar uma marca feminina de beachwear no final de abril de 2020. A Water Lily surgiu com o conceito de praia e modelos de confeção própria para mulheres maduras e corpos com história.

A primeira coleção da Water Lily, inspirada nas praias da Arrábida e na região de Setúbal, foi um sucesso no verão do ano passado, de tal forma que Isa lançou novas linhas de homewear no outono/inverno.

No entanto, já neste novo confinamento e, depois de testar o conceito da Water Lily, a empresária decidiu lançar um novo projeto online: a Miss Poppy. “A Water Lily vai manter-se como marca própria no verão. A Miss Poppy é um conceito totalmente diferente, uma loja online multimarcas de roupa e acessórios femininos”, explica à NiS, a fundadora da Miss Poppy lançada em janeiro.

Ao contrário da Water Lilly, os modelos da Miss Poppy são para mulheres de todas as idades, que gostem de looks boho, casual chic, românticos e urbanos. A nova coleção tem casacos, calças, conjuntos de homewear perfeitos para trabalhar em casa, camisolas de malha, T-shirts, vestidos de algodão ou tecido, sweatshirts, entre outros.

Os tamanhos começam no S e podem ir até ao XL ou 4XL, dependendo do fornecedor e das peças. Os preços vão dos 15€ aos 60€, em média. “A ideia é apresentar peças giras, descontraídas e confortáveis, que se possam adaptar a qualquer ocasião, desde o casual ao mais formal”, diz Isa.

Para completar os looks, a Miss Poppy também vende algumas peças de bijuteria feitas à mão (colares e pulseiras), criadas pela designer de acessórios Maria Ernesto.

“Eu e a Maria conhecemo-nos há cerca de dez anos. Uma amiga minha ofereceu-me um colar feito pela Maria no meu 40.º aniversário. Eu gostei tanto, que acabei por me tornar cliente e amiga. Quando pensei no conceito da Miss Poppy, achei que a Maria era a pessoa ideal para me ajudar com os acessórios, já que as peças combinam muito bem com os looks da marca”, revela Isa.

Para já, as encomendas são feitas apenas através das páginas de Facebook e Instagram da Miss Poppy. As peças seguem pelo correio, mas também pode levantá-las no escritório do Troino Central Station na Rua Fran Paxeco, em Setúbal, ou combinar outro ponto de entrega na cidade. Em breve, a marca vai ter uma loja online e um blogue de fashion e lifestyle.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA