compras

A bandolete voltou para salvar penteados (e disfarçar a preguiça de lavar o cabelo)

Fez parte da infância de muitas mulheres e é novamente tendência. Há modelos em todas as cores, formatos e texturas.
Alice Trewinnard com um modelo muito elegante.

Quando se trata de moda, há tendências que nos obrigam a fazer um verdadeiro exercício de memória. Porém, a maioria das mulheres entre os 30 e os 45 anos não precisará de fazer um grande esforço para se lembrarem dos tempos que usavam bandoletes coloridas, divertidas e muito vistosas. Apesar de serem um dos principais inimigos das franjas compridas, também eram um apontamento de estilo imprescindível.

Nos últimos meses, a forma como olhamos para os acessórios de cabelo tem-se transformado. As bandoletes, as molas e os ganchos, muito populares no início dos anos 2000 — e que pareciam ter caído completamente em esquecimento — voltaram a aparecer em muitas cabeças. Para trás, têm ficado os cabelos soltos e com um estilo descontraído.

Em 2023, a bandolete é a maneira mais fácil de melhorar — ou salvar — um penteado no dia a dia, emoldurando o rosto e criando um look simples, mas eficaz, em segundos. Outra das mais-valias deste acessório é o facto de poder ser uma solução de recurso para aqueles dias em que não lhe apetece  (ou não tem tempo) para lavar o cabelo.

Ao percorrer as propostas disponíveis no mercado, encontra opções em veludo, cetim e até com penas. Vários outros exemplos, mais sofisticados e ideais para o inverno, aparecem com aplicações variadas e muitos brilhos à mistura, como o strass que nunca esteve tão popular. E assim que os ias frios acabarem, as opções coloridas e estampadas vão ser ideais para a estação quente.

Uma das melhores alturas para apostar neste acessório é quando vai sair à noite: por mais simples que seja o look, consegue dar-lhe aquele toque extra que é necessário para arrasar. Se está a pensar aderir à tendência, mas não sabe por onde começar, inspire-se na seleção da NiT.

Carregue na galeria para propostas — de vários cores, materiais e texturas — a partir dos 2€.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA