comida

Verdure: o novo restaurante saudável da região que tem brunch ao fim de semana

No espaço de cozinha criativa, na Quinta do Conde, não tem de fazer uma pausa na dieta.
O mil folhas de vegetais é uma das especialidades.

Há um novo restaurante na região, onde não precisa de furar a dieta para comer bem. O Verdure abriu há quatro meses, na Quinta do Conde e tem várias opções vegetarianas, celíacas e vegan, uma cozinha mais criativa e produtos cem por cento regionais. Ao fim de semana tem um brunch delicioso.

Para começar a refeição prove ostras do Sado ou ovos de codorniz com alheira e choco frito. Dos pratos principais, o destaque vai para o peito de pato, espadarte de Sesimbra e uma criação gastronómica original: o mil folhas de vegetais, com três níveis da mesma massa do bolo tradicional, acompanhado com legumes salteados, pesto de amêndoa e creme de cogumelos.

Para finalizar, tem (mesmo) de provar a pavlova desconstruída de figos e o brûlée de cherovia. Os vinhos são maioritariamente da Casa Ermelinha Freitas. Também há cocktails com e sem álcool, sumos e café biológicos e o primeiro refrigerante artesanal biológico português, o Lemon’mate. O preço médio por refeição ronda os 20€ a 25€.

Além da carta habitual, o restaurante introduziu uma novidade: um brunch ao fim de semana, entre as 11 e as 15 horas. Pode contar com tostas, pastas de abacate, panquecas, bagels, granola, sumos naturais e smoothies. E tem duas opções: o brunch à carta ou menus, onde pode escolher uma opção de cada secção. O brunch vai dos 10€ aos 15€.

Emanuel Oliveira, 33 anos, e Carla Oliveira, 33 são os responsáveis pelo novo espaço, de 150 metros quadrados. Emanuel geriu várias cadeias de restaurantes em Inglaterra e Carla estava ligada ao ramo da saúde. O casal decidiu voltar a Portugal e aproveitar “a riqueza da gastronomia e vinhos da Península de Setúbal, juntando os conceitos de comida saudável e cozinha criativa”. Daí que a carta seja sazonal, para garantir que os produtos são sempre frescos e biológicos.

O brunch é ideal para instagramers.

Outra das características do restaurante é a componente sustentável. As garrafas são de vidro, com taras retornáveis, as palhinhas e cestos de pão em cartão e os detergentes são ecológicos. Há açucareiros, em vez de pacotes de açúcar e as garrafas de vidro dos sumos biológicos, depois de reutilizadas servem de jarras das mesas. “Achamos muito importante reduzir a pegada ecológica. Nesse sentido, estamos a pensar investir numa máquina de combustão orgânica para transformação dos resíduos em adubos”, conta à New in Setúbal, Emanuel Oliveira.

A decoração é em madeira e com plantas naturais. A escolha do nome Verdure não foi planeada. “Estávamos a escolher a paleta de cores para a decoração e reparámos que a que gostávamos mais se chamava Verdure. Fomos ver e como o significado é ‘a cor da vegetação a florescer/condição de frescura’, achámos que se encaixava na perfeição”, explica Carla Oliveira. 

Quem manda nisto tudo

Nome: Carla Oliveira/Emanuel Oliveira
Idade: 33/33
Prato favorito: Espadarte à bulhão pato/Peito de Pato
Guilty pleasure: Panquecas/Brûlée de cherovia
Convença-nos a visitar o espaço: “É ideal para instagramers foodies”.

tags: brunches, ecológico, novidade nis, Quinta do Conde, restaurante, vegan, vegetariano, Verdure

localização, contactos e horários

morada
  • Verdure [ver mapa]
    Rua da Esperança, 3191 - Quinta do Conde
    2975-368
site e redes sociais
horários
  • Terça a sexta
  • Das: 19:00
  • Às: 23:00
  • Sábado e domingo
  • Das: 11:00
  • Às: 15:00
  • Das: 19:00
  • Às: 23:00

ficha técnica

intervalo de valores
Entre 20€ e 30€
wifi disponível?
Sim
aceita reservas?
Sim
esplanada?
Sim