comida

Sadina: a cerveja artesanal setubalense que já chegou a Lisboa

A bebida artesanal foi apresentada no passado dia 12 de outubro, no Bar Flor de Lúpulo.

O símbolo da marca é o Homem do Mar.

Setúbal não pára de dar cartas na gastronomia nacional. Depois do Choco Frito, das Ostras, dos vinhos e do Moscatel, agora é a cerveja que está a levar o nome da cidade mais longe. A Sadina já era conhecida em garrafa, mas os barris atravessaram a margem e a cerveja artesanal foi apresentada aos alfacinhas, na passada sexta-feira, dia 12 de outubro, no Flor de Lúpulo.

A linha de cerveja artesanal Sadina é composta por quatro variedades todas elas com nomes marítimos. “A Proa (Hoppy Ale) é uma bebida de verão, loira, de espuma branca, com notas cítricas, bem aromática e fresca. A Farol (Porter) é uma cerveja preta com café. A Leme (IPA) é mais forte e amarga, mas com um aroma e paladar muito frutado. A Sadina Âncora (We Heavy) é uma cerveja forte de estilo escocês onde predomina o aroma dos cereais e do malte”, descreve José Rua, 43 anos.

O projeto nasceu em 2015 numa pequena loja, com apenas 40 metros quadrados, no Bairro do Troino, com uma panela de 20 litros. Atualmente estão no Centro Empresarial Sado Industrial e segundo José Rua produzem cerca de seis mil duzentos e cinquenta litros por mês. 

Se nunca provou esta cerveja artesanal pode encontrá-la engarrafada no Tasco do Kaneco, Choco Real, Casa da Baía, Moinho de Maré da Mourisca, Carnes do Convento ou diretamente na fábrica. Cada garrafa tem um custo aproximado de 3,50€. 

Em Lisboa pode ainda prová-la no The Beer Sation e Portugal dos Meus Amores. Também há no Porto, no Catraio Craft Beer Shop e no Armazém da Cerveja.

Quem manda nisto tudo?

Nome: José Rua
Idade: 43
Bebida favorita: Cerveja
Guilty pleasure: Chocolates
Convença-nos a visitar o seu espaço: “Se procura uma experiência diferente, um produto interessante e boa qualidade no que toca a cerveja artesanal tem de provar as cervejas Sadina“.

tags: barril, cerveja artesanal, garrafa, lisboa, Sadina, setúbal

outros artigos de comida

mais histórias de Setúbal