comida

Sabe o que são ostras doces? Já pode prová-las em Setúbal

São uma outra forma de provar o doce de laranja típico da cidade e já estão disponíveis no Cegastradições.

Os doces são confecionados de forma artesanal.

Quem é de Setúbal gosta de umas boas ostras do Sado. As doceiras Francisca Fráguas e Paula Carvalho sabem bem disso e partiram dessa ideia para criar as ostras doces de laranja. Se ainda não provou vai poder encontrá-las no espaço Cegastradições, no número oito da Rua Arronches Junqueiro.

O molusco foi a forma que encontraram para dar a conhecer o doce feito com a laranja da cidade. “Pensámos no que há em Setúbal e lembrámo-nos da ostra. Criámos uma casquinha tipo queijada de Sintra, que recheámos com o doce”, conta Francisca Fráguas, 45 anos. Também pode comprar um frasco inteiro e levar para casa para fazer as combinações que quiser.

“Sem caroço e mais ácida” são estas as principais características da laranja de Setúbal. “No século XIX havia imensos laranjais na cidade, e por isso é que este fruto entrava na doçaria, mas esta tradição foi-se perdendo”, explica à New in Setúbal. Filipa e Paula mantêm-se fiéis ao produto da região e trabalham com produtores locais.

A base é sempre o citrino. É tudo elaborado de forma artesanal e estão sempre à procura de novas formas de inovar fazendo recriações com produtos típicos da terra. Além das ostras doces criaram torta de laranja e alfarroba, doce de Setúbal com moscatel, bolo de alfarroba e laranja com lemon curd e suspiro de Setúbal e bolo de alfarroba com queijo de Azeitão e moscatel.

A lata de sardinha é reciclável.

O bolo de alfarroba e laranja coberto com coalhada de limão e no topo suspiro de laranja e amêndoa é servido numa “lata de sardinha para lembrar a indústria conserveira”. Este ganhou o primeiro prémio, na categoria Bolos, na 12.ª Mostra de Doçaria Tradicional, Município do Barreiro, em 2015. Em segundo lugar ficou a torta de laranja e alfarroba. 

Pode encontrar estes produtos espalhados um pouco por toda a cidade, em estabelecimentos como a Bolacha Portuguesa, Erva Doce, Atelier Pólvora D’Cruz, Carnes do Convento, Casa do Farol ou a Tasca do Xarroque. “Neste momento não temos ambição de ter uma casa aberta ao público, mas podem visitar-nos ou contactar-nos através das redes sociais e fazer encomendas”, explica a doceira. Pode encomendar pelo 932 535 397.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Francisca Fráguas
Idade: 45
Prato favorito: Peixe assado com batatas fritas
Guilty pleasure: Doce de laranja, especialidade de Setúbal
Convença-nos a visitar o espaço: “Venham tomar connosco um moscatel e degustar os nossos produtos”.

tags: artesanal, bolos, cegastradições, doçaria regional, doces, laranja, produtos regionais

outros artigos de comida

mais histórias de Setúbal