comida

Ribeirinha do Sado: este restaurante tem migas da cor da bandeira portuguesa

O espaço serve peixe grelhado com este acompanhamento especial para os fãs de vegetais.

Há peixe fresco todos os dias.

A Ribeirinha do Sado é um dos restaurantes de peixe grelhado típicos e de referência da Avenida Luísa Todi. Além dos pratos tradicionais de Setúbal tem um acompanhamento único na cidade: migas de vegetais.

Para fazer as cores da bandeira nacional, há de beterraba, grelos ou espinafres, pimentos e alho. As migas são uma tradição da cultura portuguesa e têm origem no Alentejo. Servem para ajudar os miúdos a comer legumes e são um ótimo acompanhamento. O segredo está em confecioná-las na hora, apenas com azeite.

Laura Cipriano, 59 anos, gerente do espaço, é a autora desta receita, que já atravessou gerações e de todas as sobremesas caseiras servidas no restaurante. Se gosta de doces feitos com ingredientes típicos da região, não deixe de provar a torta de laranja (3€) e a pêra com geleia de laranja (3€), criações exclusivas da Ribeirinha do Sado.

O foco da cozinha está no peixe grelhado, que muda diariamente, de acordo com a disponibilidade do mercado e a maré. O peixe é grelhado em carvão vegetal e não vulcânico, como na maioria dos restaurantes. As especialidades da casa são a massa rica do mar, com peixe e marisco (9,5€), os filetes de garoupa (50€/kg), com arroz de cenoura ou esparregado, o choco grelhado com ou sem tinta (14€), o salmonete (45€/kg), o carapau manteiga (10€) e a sardinha (9€). Todos os pratos são acompanhados com as famosas migas ou batata cozida. A carta de vinhos conta com referências do País inteiro, mas o vinho da casa é da região.

O espaço existe desde 1974 e começou por ser uma casa de fados, dirigida pelos fadistas Georgete e Fernando Machado. Laura sempre trabalhou como vendedora de peixe no Mercado de Vila Nogueira de Azeitão. Como era cliente assídua da casa de fados, quando o espaço fechou decidiu abrir o negócio “pelo prazer de servir os outros e não fugir ao que é 100% português”. Daí que o conceito passe por manter vivas as raízes da gastronomia tradicional portuguesa e setubalense.

O nome Ribeirinha do Sado é o mesmo da casa de fados e remete para as marés do Rio Sado. O espaço tem capacidade para 50 lugares sentados no interior e mais 25 na esplanada.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Laura Cipriano
Idade: 59
Prato favorito: Peixe grelhado
Guilty pleasure: Pêra com geleia de laranja
Convença-nos a visitar o espaço: “Venha comer para saber o que é bom”

tags: Avenida Luísa Todi, especialidades, migas, peixe assado, Ribeirinha do Sado, vegetais

localização, contactos e horários

morada
  • Ribeirinha do Sado [ver mapa]
    Avenida Luísa Todi, 586
    2900-475 Setúbal
site e redes sociais
horários
  • Segunda a sexta
  • Das: 12:00
  • Às: 15:00
  • Sábado e domingo
  • Das: 12:00
  • Às: 15:30

ficha técnica

intervalo de valores
Entre 10€ e 20€
esplanada?
Sim