comida

Petiscaria 31: aqui pode provar lapas e a poncha original da Madeira

O restaurante fica no Vale do Cobro e serve especialidades típicas da ilha. Há vários petiscos para partilhar, é só escolher. 

Os pregos em bolo do caco são deliciosos.

Chama-se Petiscaria 31 e fica em pleno Vale do Cobro. É ideal para petiscar com os amigos ou família. A ementa vai levá-lo numa viagem gastronómica pelos sabores da ilha.

O restaurante é o único em Setúbal a confecionar lapas (8€), vindas diretamente da Madeira, a espetada madeirense em pau de louro (13€), os tradicionais picadinhos (dos 9,5€ aos 11€) e o filete de peixe espada preto com banana (13€). Também pode provar os pregos especiais da casa em bolo do caco, com queijo, fiambre, alface, ovo e manteiga de alho, que vão dos 4,5€ até aos 7€.

A ideia de criar o espaço em maio de 2016 partiu de Ricardo Sousa, 34 anos, e Francisco Viveiros, 28 anos. Os dois amigos conheceram-se no curso de Gestão e Produção de Cozinha da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal.

Apesar de Ricardo ter trabalhado antes como massagista desportivo e Francisco na área de fiscalização e desenho técnico de construção civil, no final do curso ambos decidiram criar um negócio em conjunto. “Como o Francisco é madeirense, convenci-o a ficar por cá e abrirmos uma casa, que juntasse os melhores petiscos de Portugal, com a vertente madeirense”, conta à New in Setúbal, Ricardo Sousa, um dos sócios.

O menu tem petiscos da Madeira. O camarão à guilho/camarão 31 (12€), os ovos rotos (7€), o queijo de ovelha longa cura gratinado com mel (4,8€), os ovos com farinheira (5€), as bolinhas de alheira com mostarda agridoce (4,5€) e o bife à 31 com molho de mostarda (10€) são as especialidades que mais saem.

De terça a sexta-feira tem um prato do dia (7,5€), que inclui pão, manteiga, prato, bebida e café (oferta). Para acompanhar não deixe de experimentar a poncha da Madeira (3,5€), receita original. A carta de vinhos conta com referências da Margem Sul e Alentejo. Antes de pedir o café, termine com o pudim de maracujá (4€), bolo merengado com suspiro e doce de ovos (3,5€) ou bolo de bolacha (2€). 

O nome Petiscaria 31 foi escolhido pelos proprietários e está associado a uma história engraçada. “Pusemos petiscaria, porque já havia muitas petisqueiras em Setúbal e 31, uma vez que tivemos muita dificuldade em encontrar um espaço na Baixa, lembrámo-nos da expressão ‘está a ser um 31’ e assim ficou”, explica.

A decoração é antiga e tem elementos da cultura portuguesa. A maioria das peças foram compradas na Feira de Velharias, que acontece na Avenida Luísa Todi. Algumas delas foram cedidas pela família de Ricardo e dadas por clientes. Há molduras e pratos pendurados nas paredes, uma portada de madeira recuperada e uma bicicleta suspensa na esplanada.

Cerca de 90 por cento dos clientes são portugueses e durante o verão, o restaurante recebe também espanhóis e franceses, que ficam hospedados no Hotel Ibis ou no Novotel.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Francisco Viveiros
Idade: 28
Prato favorito: Cozido à portuguesa
Guilty pleasure: Cerveja
Convença-nos a visitar o espaço: “Venha provar os petiscos da Madeira, em Setúbal”

tags: especialidades, lapas, Madeira, Petiscaria 31, petiscos, poncha, pregos em bolo do caco

localização, contactos e horários

morada
  • Petiscaria 31 [ver mapa]
    Avenida das Descobertas, 30 1º andar loja 3
    2910-778 Setúbal
site e redes sociais
horários
  • Terça a sábado
  • Das: 12:00
  • Às: 15:00
  • Das: 19:00
  • Às: 22:30

ficha técnica

intervalo de valores
Entre 10€ e 20€
wifi disponível?
Sim
aceita reservas?
Sim
esplanada?
Sim

outros artigos de comida

mais histórias de Setúbal