comida

Peixe grelhado ou choco frito? Os setubalenses é que sabem onde se come bem

Pedir conselhos a um local sobre o restaurante a ir ao domingo não é vergonha, é uma obrigação.
Que delícia.

A conversa é sempre a mesma. Convicto, assertivo, ele diz que foi passar o domingo a Setúbal e comeu o melhor peixe grelhado do mundo. Estava mesmo fresco e bem assado, remata como se fosse a jogada final. 

Quando me responde a que restaurante foi, respiro fundo e digo que é um atentado. Atentado dos grandes. 

É uma ofensa, senhores, vir alguém de fora dizer que comeu o melhor peixe do mundo no restaurante mais turístico de sempre. Naquele que não compra linguados, carapaus ou choco aos pescadores de rede. Naquele que não grelha com a mão. Nem sabe fazer molho de fígados para acompanhar os salmonetes. 

Pedir conselhos a um setubalense sobre o restaurante a ir ao domingo não é vergonha, é uma obrigação. Como também devia ser pôr a sardinha por cima do pão. 

Não vale a pena ter a esplanada virada para o Sado, se o estômago não ficar satisfeito. Os restaurantes devem servir-nos tão bem como se só precisássemos disso para o mundo ficar prefeito. 

E é tão fácil que tudo corra bem. Basta ter o contacto do Zé Milo, do António e do Carlos Manuel, eles que não falham uma maré e sabem bem como é que é. 

Peixe grelhado ou choco frito? Os setubalenses é que sabem onde é que se come bem. 

tags: choco frito, peixe assado, peixe grelhado, restaurantes em setúbal