comida

Pára tudo: está a chegar à cidade do Sado uma gelataria artesanal móvel

O Ciano Gelatomobile será no Mercado do Bairro de Nossa Senhora da Conceição e arranca já em janeiro de 2023.
Os gelados.

Depois de um dia de praia, bem passado à beira-mar, entre mergulhos, leituras e descanso sabe mesmo bem um gelado refrescante cheio de frutas ou ingredientes da época. Na verdade, são também várias as pessoas que gostam deste tipo de programa noutras alturas do ano. Afinal, é sempre uma maneira diferente de experimentar vários sabores.

A pensar nestes casos está a chegar à cidade do Sado o Ciano Gelatomobile. Uma gelataria artesanal itinerante, que levará os sabores da echogelatolab aos bairros mais icónicos de Setúbal e Lisboa. Frederico Calado, de 41 anos e o irmão Filipe Blanquet, de 39, são os responsáveis por esta ideia. Frederico é licenciado em Ciências Farmacêuticas e desafiou o irmão a desenvolver este conceito.

“Os gelados foram uma espécie de desafio que fiz ao meu irmão. Ele é designer, no entanto, também se formou como chef pasteleiro. Então decidi lançar-lhe este desafio, de fazermos um projeto que misturasse a ciência com a arte da pastelaria e da gelataria para criamos um conceito novo”, começa por explicar à NiS.

A Echogelatolab, em Sesimbra, abriu em julho deste ano. “Teve uma grande aceitação e entretanto começámos a receber feedback tão bom das pessoas, de diversos pontos do País, que nos pediram para abrirmos mais lojas em certos locais de Portugal, porque eram de facto muito bons,” acrescenta o farmacêutico.

Foi aí que Frederico refletiu melhor sobre o assunto. “Pensei como levar os nossos gelados, que são verdadeiramente artesanais, a outros pontos do distrito de Setúbal e até de Lisboa. Comecei a fazer contactos, a criar parcerias, a concorrer a concursos públicos junto das autarquias e juntas de freguesia, que permitem a venda de produtos alimentares em formato ambulante e vamos ter o nosso primeiro ponto de venda em janeiro de 2023, no Mercado do bairro de Nossa Senhora da Conceição, em Setúbal”, revela.

Em cima da mesa está ainda a reabilitação do mercado. “É uma iniciativa da Associação Bairro Cool, que tem sido apoiada e dinamizada pela Câmara Municipal de Setúbal. A ideia é pegar no mercado tradicional que infelizmente já não é o que era. Tem menos de um terço da utilização comparativamente com outros tempos. O objetivo é reabilitá-lo, não só do ponto de vista estrutural, mas também na vertente da economia circular. E um dos propósitos do nosso projeto é começarmos a comprar mais fruta aos revendedores e aos produtores do mercado”, conta.

Apesar dos irmãos terem nascido em Lisboa, Frederico viveu em Setúbal até aos 20 e tal anos. “Sinto que Setúbal me deu muito e eu ainda não devolvi aquilo que me deu. Foi o sítio onde cresci e me formei enquanto indivíduo. É onde tenho grande parte da minha família, guardo as memórias mais felizes e algumas das mais tristes, claro.” Neste momento reside em Sesimbra. Já Filipe ainda vive na cidade do Sado.

O conceito baseia-se na produção, transporte e venda de gelado com o máximo de fruta fresca e o mínimo de açúcar. Os pontos de venda consistem na adaptação de um veículo icónico, a Piaggio Ape 400 Classic, propondo assim um conceito altamente diferenciador que potencia a economia circular, baseado em energia verde, minimizando o desperdício alimentar e o consumo de água e plástico.

O veículo será equipado com um sistema de elevação que permitirá um serviço ergonómico do interior, refrigerada por um sistema de ventilação totalmente elétrico. Os responsáveis planeiam substituir o motor a diesel por um 100 por cento elétrico, assegurando zero por cento de emissões até ao fim de 2023.

Todos os dias terá à escolha seis sabores, com rotação diária do menu, de acordo com a disponibilidade dos ingredientes. No verão, os sabores disponíveis serão muito à base de fruta. No outono/inverno serão sabores mais focados nesta altura do ano, como por exemplo abóbora e frutos secos.

O gelado de cone ou copo com um sabor custa 2,50€. Existe ainda a opção de dois sabores e de três. Nesta última, o preço é de 4,80€. A inclusão de bolos confecionados por Filipe Blanquet é uma hipótese que se encontra a ser estudada. O horário de funcionamento do Mercado da Conceição é de terça-feira a domingo, das 7 às 15 horas e das 17 horas às 22h30.

De seguida percorra a galeria para conhecer alguns dos pormenores do conceito.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA