comida

Os donuts perfeitos (e deliciosos) para comer sem culpa

A Daisy’s Donuts preparou a campanha para fevereiro. As miniaturas são as protagonistas da montra durante um mês.
Corra. É só este mês.

A gula é um dos sete pecados mortais e é, certamente, aquele que menos pessoas se importam de cometer. Vale a pena ser julgado e castigado se, para isso, tivermos mordido o doce mais apetecível — e com mais calorias — que existe no mundo. Não há preço que pague a mordida de um chocolate quando é mesmo isso que apetece.

Se, por um lado, temos vontade de comer, a verdade é que na maioria dos casos também pode apetecer um doce, mas em miniatura. Assim, até podemos provar mais do que um, porque ficamos com espaço para mais. É justamente esta a ideia da Daisy’s Donuts, o paraíso de donuts instagramáveis e saborosos aberto na Baixa setubalense desde 6 de junho de 2023. Este mês é dedicado aos mini donuts, com mais de uma dezena de sabores diferentes todos os dias.

“Vocês pediram, então teremos mini donuts. Para partilhar o mês de fevereiro inteiro, para proporcionar momentos como esse, no trabalho, em casa, com os amigos, até para ficar juntinhos a assistir a um filme na Netflix no fim de semana, em casal, até porque esta é uma época especial”, diz Daisy Daisy Pereira, a proprietária de 36 anos. Ou seja, se for à loja, só vai encontrar donuts em miniatura.

Os sabores variam entre os que têm fruta e, claro, os que têm (muito) chocolate. Há desde limão, red velvet, Oreo, pistachio, Lotus, banoffee, coco, morango, avelã, caramelo salgado e até brigadeiro. Todos os dias há novidades, que dependem da inspiração de Daisy, que está atenta aos pedidos dos clientes e que confessa que esta experiência “tem corrido bem”.

O preço de cada mini donut é de 1,40€ com cobertura e 2,50€ com recheio. Há hipótese de comer no estabelecimento ou levar para casa o seu favorito.

Daisy é natural do Brasil, mas começou o seu negócio em Setúbal, onde está há 14 anos. Trabalhava no ramo da fisioterapia quando, em 2022, o seu irmão teve de fazer um tratamento oncológico nos Estados Unidos da América. Foi precisamente nesse país que se inspirou para trazer o conceito dos donuts para Setúbal, através da icónica Dunkin Donuts.

Depois de arrancar com o negócio, o que mais a surpreendeu foi a adesão dos clientes. Desta vez, teve de riscar alguns dos sabores porque não conseguia dar resposta aos pedidos. Aliás, quando abriu, “num dia, esgotou o stock de cinco” donuts.

Todos os dias chegam novos clientes que continuam a elogiar a carta, onde se destaca o JB: um donut criado em homenagem ao seu falecido irmão, Júnior Batista. Sabe a ganache de chocolate com praliné de avelã e amêndoas.

A acompanhar o pódio dos mais vendidos estão as versões de red velvet e de pistachio, mas todos os dias há mais variedades. Um donut simples custa 1,70€, as versões com cobertura custam 2,10€ e os que têm sabores diferentes ficam a 3,50€. Em todas as receitas, o segredo é testar. É assim que Daisy consegue descobrir os melhores sabores. Pode consultar o menu completo no site deste spot, em frente ao Calçado Guimarães.

Carregue na galeria e conheça o espaço que tem sido um sucesso. 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Dr. Estevam de Vasconcelos, Nº31
    2900-217 Setúbal
  • HORÁRIO
  • Segunda-feira a sábado, das 8h30 às 19h30
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
doçaria, pastelaria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA