comida

O vinho Que se Foda já está à venda em alguns supermercados do País

As referências da marca eram vendidas apenas online e em caixas com nove garrafas. Agora já pode as comprar também à unidade.
Estão à venda de forma individual.

No início de junho, voltou a ser possível encomendar os vinhos Que se Foda. Depois de esgotadas as edições de tinto, branco, rosé e verde, a marca criou um novo pack com nove garrafas e voltou a receber pedidos. Agora, um mês depois deste regresso, a marca passou a estar à venda em alguns supermercados do País.

Na zona da garrafeira das lojas Intermarché irá encontras as mais recentes referências do vinho Que se Foda. Ao contrário da forma como é vendido no site — em pack de nove unidades —, nos supermercados pode comparar as garrafas individualmente. Cada uma custa 9,99€.

Estão disponíveis as três variedades que fazem parte do lançamento mais recente — o abecedário, como lhe chamam. Inclui um tinto da casta Syrah, de 2020; um branco com a casta Fernão Pires, de 2021; e um rosé com Touriga Nacional, também de 2021.

Cada uma das garrafas tem uma letra no rótulo. Bem alinhadas criam a expressão “que se foda”. À letra maiúscula junta-se uma palavra, como se estivesse a ser ditada a alguém. Por exemplo, tem o q de quá quá, u de uva, o é de ensopado, o s de sexta-feira, ou o f de fé.

“Nesta nova etapa, prometemos um produto de qualidade para o corpo e para a cabeça. Acessível e que vos faça sentir, rir, chorar e sorrir. E assim sucessivamente. A nossa mensagem é de esperança e um sinónimo de fé”, explica à NiT Francisco Eduardo, um dos responsáveis pelo projeto.

Neste regresso, o o objetivo foi mesmo criar uma marca. O nome Que se Foda não foi aceite, mas optou por algo mais curto: Qsf. “Dizem que é contra os bons costumes. Não concordo, penso exatamente o oposto, acho que a minha mensagem se traduz numa atitude positiva e esperançosa em relação à vida. Porque a quero manter viva, criei a marca Qsf, para bom entendedor”; explicou. As referências foram criadas numa parceria com um produtor da zona de Tomar, o Santos e Seixo.

Carregue na galeria para conhecer 10 grandes vinhos tintos portugueses que custam menos de 5€.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA