comida

Restaurante Due Fratelli adaptou a ementa para os dias de verão

Carpaccio de salmão fumado e a tagliatelle Helena são algumas das novidades da carta que a NiS experimentou e aprovou.
A salada com gambas é uma das novidades da carta.

O Due Fratelli na Baixa de Setúbal tem vindo a habituar os seus clientes a uma experiência gastronómica italiana incrível, a começar pelas entradas típicas do País, passando pelos maravilhosos pratos de massa fresca e terminando nas sobremesas que são simplesmente deliciosas. Tudo isto, a juntar ao atendimento especial ao cliente, faz com que o regresso ao restaurante italiano seja sempre garantido.

Com o tempo quente a chegar, os responsáveis pelo Due Fratelli, Marco Simonassi, Thiago Simonassi e Neurizete Simonassi (mulher de Marco), decidiram incluir algumas novidades mais frescas na carta. Além dos novos pratos que a NiS foi experimentar, o destaque vai também para a carta de vinhos, que não só inclui referências de todo o País, como também de Itália.

As novas entradas são ótimas para um dia quente de verão, pois são bastante refrescantes. A carta conta agora com a salada caprese (7€) e o carpaccio de salmão fumado (11€), que a NiS provou e ficou absolutamente fã.

O carpaccio de salmão fumado.

O Due Fratelli dá também a oportunidade aos clientes de comerem uma salada como prato principal. A nova salada é a insalata com gamberi (15€) e inclui salada verde com fusilli, tomate cereja, tomate seco, croutons e camarões grelhados com alho e azeite. No caso do molho da salada pode optar pelo pesto ou de alcaparras.

Quanto aos pratos da casa, existem duas novidades. Uma delas é muito especial para o chefe Marco Simonassi, pois o nome do prato é uma homenagem à sua filha Helena que nasceu recentemente: a tagliatelle Helena (18€). O prato inclui tagliatelle com lascas de bacalhau salteadas em azeite, alho, azeitonas pretas, cebola e brócolos ao molho bechamel com crocante de castanha caju.

Ao contrário do que se possa pensar, o objetivo do chefe ao apostar no bacalhau não é só aportuguesar a iguaria. “O bacalhau é consumido no mundo inteiro. Apesar de os portugueses fazerem do bacalhau o rei (e muito bem), o peixe também é muito consumido no Brasil e no sul de Itália”, conta à NiS em tom de brincadeira. Assim, conseguiu, num só prato, homenagear a filha portuguesa e as suas origens italianas.

A Tagliatelle Helena.

Além desta novidade há também a pasta alla puttanesca (15€) que inclui pasta fresca di grano duro com molho pomodoro, azeitonas pretas, tomates secos, anchovas, alho, salsa e queijo grana padano. Este prato é bastante consumido no sul de Itália.

A carta de vinhos é bastante extensa e inclui vários italianos e portugueses. O destaque vai para o espumante Prosecco Albino Armano D.O.C (19€) da região italiana de Friuli. A NiS provou e é incrível, especialmente pela sua frescura e suavidade.

No entanto, temos de destacar os vinhos das várias regiões de Portugal, como o branco da Bairrada, Bone Dry 2019 Pedo Martin (18€) ou do Dão, Vinha Santa Maria Granítico 2019 Carlos Lucas (21€). Há ainda os tintos das zonas do Douro, 2160 Onde Tudo Nasce 2017 (14€) e da Beira Interior, 70/30 Pedro Martin 2018 (25€).

A carta tem vinhos de Palmela, mas o chefe Marco Simonassi destaca também os vinhos das restantes regiões. “Os clientes que vêm aqui bebem só os vinhos desta região e acho que isso é um pecado porque Portugal tem vinhos maravilhosos, como os da Bairrada, Beira Interior e Douro”, sublinha.

A carta das sobremesas mantém-se. No entanto, não pode deixar de provar o tiramisù (5,50€) que é feito com ovos, queijo mascarpone, camadas de biscoito savoiardi embebidos em café e polvilhado com cacau em pó. Além desta há ainda a tarte de limão (4,50€), gelado italiano (4€) e a sobremesa do dia (5€).

O chefe Marco Simonassi apela aos clientes para reservarem mesa, especialmente à sexta-feira e sábado à noite, para que possam garantir o lugar e ter uma verdadeira experiência gastronómica italiana sem sair de Setúbal.

Os irmãos Marco Simonassi e Thiago Simonassi viveram a sua infância em Vitória do Espírito Santo, no Brasil, ainda que a sua família seja de nacionalidade italiana. “Desde sempre que estamos ligados à cultura italiana que tem como núcleo central a cozinha das casas. É lá que cozinhamos em família e convivemos. Tenho muitas memórias das manhãs de domingo em que acordávamos com o cheiro da massa fresca que os nossos pais costumavam preparar para o almoço”, conta à New in Setúbal, Marco Simonassi. 

Durante a adolescência, eram os dois irmãos que cozinhavam nos jantares que davam para os seus amigos, daí terem apostado em criar vários negócios ligados à restauração no Brasil. Ainda assim, o seu grande sonho era abrir um “ristorante”, onde tudo fosse feito artesanalmente, desde os molhos à própria massa, tendo concretizado esse objetivo com o Due Fratelli.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. de São Cristóvão, n.º6
    2900-503  Setúbal
  • HORÁRIO
  • Quarta a sexta das 12h30 às 15h30 (almoço)
  • Terça a sábado das 19h às 23h (jantar)
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
italiana

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA