comida

O novo queijo de Palmela é embalado em folha de castanheiro

O projeto junta a queijaria Simões e a Lisboa Romana, que tem vindo a apostar em vários produtos da região.
Pode ser encontrado em lojas gourmet.

Em fatias , bolas ou pequenos cilindros: por norma são estes os formatos dos queijos que se compram nos supermercados. A mais recente sugestão da Queijaria Simões, de Palmela, é curada (e embalada) numa folha de castanheiro. O objetivo é preservar melhor o produto e dar-lhe mais sabor.

É um queijo de ovelha, típico de Azeitão, preparado da forma mais tradicional. Neste caso, com vista a tornar-se um elemento diferenciador entre a oferta que existe, foi usado mais um recurso da região para o produzir.

Esta sugestão da Queijaria Simões foi criada em conjunto com a Lisboa Romana que promove e divulga o património romano na área metropolitana de Lisboa. E não falamos apenas de arquitetura ou ruínas uma vez que já foram desenvolvidos outros produtos com esta parceria.

É o caso dos vinhos de da Quinta de São Sebastião, na Arruda dos Vinhos, ou o mel do município de Loures. “Sabia que o queijo fazia parte do cardápio romano, de acordo com as referências deixadas no livro de cozinha de Apício (25 a.C. – 37 a.C.)?” explica a Lisboa Romana na sua página de Facebook.

Este novo queijo da Queijaria Simões está disponível em várias lojas gourmet, com preços a partir de 7€.

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA