comida

Já abriu o novo salão de chá da Praça do Bocage

O Chá d’Amor foi inaugurado no dia 30 de março, quarta-feira, na Baixa. Tem bolos caseiros.
Perfeito para quem procura um sítio calmo.

Fãs de chás e bolos, encontrámos o spot ideal para passar as tardes. O Chá d’Amor abriu no dia 30 de março, quarta-feira, no número 13 da Praça do Bocage, junto ao Espaço Rio. Tem mais de dez opções de chás, cervejas artesanais, vinhos da região e pastelaria caseira. 

A responsável pelo espaço chama-se Manuela Manita, tem 54 anos e, depois de anos a trabalhar na área financeira e de recursos humanos de uma empresa, decidiu dar ouvidos àquela voz na cabeça que lhe dizia para abrir o seu próprio negócio. “Sempre gostei de fazer bolos, mas só fazia para amigos e família. Nos dias de maior stress, mesmo estando cansada, fazer alguma coisa na cozinha relaxava-me”, conta à NiS a responsável. 

O ano passado inscreveu-se num curso de pastelaria profissional, começou à procura de um espaço e o sonho foi-se concretizando aos poucos. “Quero um espaço sofisticado, com música ambiente, um espaço onde as pessoas possam vir para cá trabalhar e estarem sossegadas”, diz. Para atingir esse objetivo, teve muito “cuidado na escolha dos produtos”, explica.

Manuela Manita e a filha Filipa, que a ajuda no salão de chá.

No spot não existe Sagres nem Super Bock, só as cervejas artesanais da marca Dois Corvos. No entanto, o grande destaque é, sem dúvida, o chá. Há mais de dez opções que pode experimentar e, quando é servido à mesa, vem com uma mensagem querida que diz o tempo de infusão de cada um. 

Há chá verde, negro, azul, branco, vermelho e tisanas. O melhor de tudo é que no site do Chá d’Amor consegue ver as características de todas as opções, assim como o tempo estimado de infusão. A casa serve bules para uma (1,40€), duas (2,50€) e quatro pessoas (4€). 

Para acompanhar a bebida quente, não podia faltar um doce. Na montra do salão de chá vai encontrar uma grande variedade de pastelaria caseira, como quadrados de noz e limão (2,50€), tarteletes de amêndoa e framboesa (3€), queijadas de requeijão de ovelha (2€) e cheesecake (3,20 cada fatia). Aos fins de semana, é provável que também encontre scones caseiros.

Além da pastelaria, o salão de chá vende tostas (4€) de presunto e queijo brie ou de salmão com mozzarella. Para petiscar, há queijos da queijaria artesanal Simões. Em relação aos vinhos, trabalham apenas com marcas da região, como a Adega de Palmela, Quinta do Piloto, Quinta da Bacalhôa e José Maria da Fonseca. Se não estiver no mood para beber vinho, pode sempre optar pelo sumo de laranja (2€) ou o sumo do dia (2,50€).

A decoração do espaço foi feita pela Casa do Campo Interiores e lá fora há uma esplanada com quatro mesas, “super confortável e que convida a sentar”. “O conceito não é tomar café e ir embora, à partida é vir com mais tempo”, explica Manuela Manita. O Chá d’Amor está aberto de terça-feira a domingo, das 10 às 19 horas. 

Quem manda nisto tudo?

Nome: Manuela Manita

Idade: 54

Prato favorito: Polvo à lagareiro

Guilty pleasure: Chocolate

Convença-nos a visitar o espaço: “É tudo feito com amor”. 

De seguida, carregue na galeria para ficar a conhecer o novo salão de chá de Setúbal. 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Praça do Bocage, 13
    2900-444 Setúbal
  • HORÁRIO
  • De terça a domingo das 10h às 19h
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
casa de chá

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA