comida

Há uma altura do dia em que comer fruta ajuda a controlar a fome e não engordar

O consumo de fruta é importante em qualquer situação e na gestão da fome e do peso não é diferente.
Um truque simples e eficaz.

Há sempre alguém que conhecemos que tem uma peça de fruta à secretária ou na carteira. Afinal, é um snack rápido e simples de preparar — é literalmente pegar e trincar na maioria das vezes. Quando o objetivo é perder peso, não deve ignorar este tipo de alimentos, muito pelo contrário.

A fruta é rica em vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes. Por outras palavras, é uma bomba saudável gigante para o organismo. Mas, tal como em tudo, se for em excesso, pode ter o efeito oposto. 

A nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat”, relembra que, segundo a Organização Mundial da Saúde, devemos consumir entre três a cinco peças por dia. Este é um número que depois pode ser adaptado ao plano alimentar de acordo com os objetivos individuais e com a ajuda de um especialista.

Uma dúvida está esclarecida, mas segue-se outra: a altura ideal do dia para o seu consumo. Existem várias opções, mas há uma tática particularmente útil para quem quer controlar a fome e, consequentemente, manter ou perder peso.

Segundo a especialista, consumida entre as refeições, como snack, promove a saciedade, mantendo a quantidade de açúcar no sangue estável e prevenindo os ataques de compulsão alimentar. Simples e eficaz, certo? No entanto, a restante alimentação deve também ser equilibrada e variada.

Se for consumida antes das refeições, também contribui para reduzir o apetite na refeição principal. É fundamental saber gerir o seu dia e incluir os alimentos, nomeadamente a fruta, de acordo com as suas necessidades. Se costuma ter mais ataques de fome a meio do dia, a fruta pode servir de lanche. Caso isso aconteça nas horas que antecedem o jantar, faça da fruta a sua entrada.

Há frutas ideias para quem quer perder peso?

Sobre este tema, fala-nos a nutricionista Bárbara de Almeida Araújo, que recorda que o teor de açúcar (frutose) varia e algumas têm um teor de hidratos de carbono elevado. Por isso, apesar de serem boas para a nossa saúde, em excesso podem contribuir para o aumento de peso.

A autora do blogue “Manias de Uma Dietista“ fez uma lista com algumas frutas nas quais pode apostar se o objetivo for perder peso, uma vez que contêm poucos hidratos de carbono.

O melão, que é uma fruta desta época, é uma delas. Tem 5,7 gramas de hidratos por cada 100 gramas. “Tem propriedades diuréticas, reforça o sistema imunitário, diminui a pressão arterial, previne doenças cardiovasculares e doenças renais”, explica. Mas há mais. Mas, não se esqueça: a fruta é essencial, sendo que o ideal é comer cerca de duas a três peças por dia para garantir os seus benefícios. 

tags: alimentação saudável, blogue NiT, fruta, Mafalda Rodrigues de Almeida, nutrição

outros artigos de comida

mais histórias de Setúbal