comida

Há um novo spot de peixe grelhado em Azeitão

O Peixe da Vila abriu em agosto, em Brejos de Azeitão. A maioria do pescado vem das lotas de Setúbal e Sesimbra.
A decoração é inspirada no mar.

Há um novo restaurante de peixe, em Brejos de Azeitão junto ao Minipreço. O Peixe da Vila abriu em agosto e tem muitas especialidades de peixe grelhado no carvão, vindo diretamente das lotas de Setúbal e Sesimbra. Que o diga Ricardo Martins, 35 anos, formado em Design Gráfico e um dos responsáveis pelo novo espaço. Setubalense, viveu no coração do Bairro do Viso e ainda se lembra das histórias dos seus avós e tios pescadores, que tinham traineiras e andavam no mar.

“A minha família e vizinhos confecionavam muitos pratos típicos, como jaquinzinhos fritos com arroz de tomate, ovas de peixe espada preto assadas ou fritas e até lulas secas ao sol, daí que as receitas do Peixe da Vila puxem também por essas raízes e tradições mais setubalenses”, começa por contar à New in Setúbal, Ricardo Martins.

Como o nome indica, os pratos do restaurante têm como base o peixe grelhado. E há duas opções: à dose, como por exemplo sardinha, carapau, dourada, robalo, lula e choco fresco com, ou sem tinta, choco frito, salmão, peixe espada preto e ovas de pescada frescas, ou ao quilo, como o pregado, corvina, cherne, imperador, linguado, garoupa, pargo e cantaril. Os acompanhamentos incluídos são a açorda de alho e a batata cozida regada com azeite. Para os miúdos, que não gostam de peixe há bitoques de vaca e frango. 

Domingo ao almoço é dia de caldeirada à setubalense, com cinco variedades de peixe: safio, cação, pata-roxa, raia e tamboril. Para começar a refeição, não podiam faltar os queijos frescos, secos e de Azeitão da Queijaria da São, pão alentejano e azeitonas. Para beber há vinho verde à pressão, branco maduro essencialmente da Casa Ermelinda Freitas, José Maria da Fonseca, Bacalhôa e ainda moscatéis da região como digestivos.

As sobremesas são cem por cento caseiras e os tops do espaço são as farófias, torta de Azeitão ou alfarroba, mousse de manga, chocolate, bolo de bolacha, arroz doce e serradura. O preço médio por refeição ronda os 10€ a 15€ por pessoa.

Diretamente do mar para a sua mesa.

O restaurante tem esplanada e duas salas, uma delas no piso superior. A decoração é inspirada no mar. Além de Ricardo Martins, o negócio familiar é gerido juntamente com a esposa Alexandra Martins, 35, Marta Lourenço (irmã de Alexandra), 35 e o cunhado Hélder Lourenço, 34.

Com fortes ligações a Setúbal e Azeitão, os dois casais decidiram abrir o Peixe da Vila, por considerarem que havia “falta de oferta” na zona de Azeitão de mais restaurantes, especializados em peixe assado. “Quisemos aliar as nossas raízes à falta de oferta, marcar a diferença e criar um conceito de uma tasca típica setubalense, mas moderna e requintada”, explica Ricardo. O espaço, com take away também aceita reservas para grupos, superiores a 15/20 pessoas.

Quem manda nisto tudo

Nome: Alexandra Martins/Ricardo Martins
Idade: 35
Prato favorito: Cozido à portuguesa/ Polvo à lagareiro com batata a murro
Guilty pleasure: Mousse de chocolate/ Farófias
Convença-nos a visitar o espaço: “A típica tasca setubalense com pinta”.

tags: Brejos de Azeitão, caldeirada à setubalense, novidade nis, Peixe da Vila, peixe grelhado

localização, contactos e horários

morada
  • Peixe da Vila [ver mapa]
    Rua Luísa Tody, 12 D
    2925-568
site e redes sociais
horários
  • Terça a domigo
  • Das: 12:00
  • Às: 15:00

ficha técnica

intervalo de valores
Entre 10€ e 20€
wifi disponível?
Sim
aceita reservas?
Sim
esplanada?
Sim