comida

Há um novo doce de Setúbal inspirado numa receita conventual

O Pastel de Noz do Convento de Jesus é mais uma criação do chef Nuno Gil. Já está à venda em alguns espaços do Concelho.
Uma maravilha.

Setúbal tem um novo doce regional. O Pastel de Noz do Convento de Jesus foi criado pelo chef Nuno Gil, com base numa receita deixada pela Madre Joana, e que integra o receituário de doces do Convento de Jesus, em Setúbal. Leva açúcar, gemas de ovo, nozes e manteiga.

Tudo começou em 2016, quando Nuno Gil apresentou à Câmara Municipal de Setúbal a ideia de recriar sete doces do Convento de Jesus, descritos num livro de doçaria conventual portuguesa. O objetivo do chef seria dar a conhecer os vários doces, através de workshops de confeção e mostras de doçaria.

Uma das receitas, que lhe despertou mais a atenção foi a do Pudim de Noz. “Uma vez que o meu trabalho se centra em doces com o formato de pastel, decidi pegar nessa receita do Pudim e adaptá-la para o Pastel de Noz”, conta à New in Setúbal, o pasteleiro.

O doce lançado este mês já está disponível em alguns espaços do Concelho. Pode encontrá-lo na Casa da Baía, Mercado do Livramento, Sem Horas, Casa Mãe Rota dos Vinhos, Cafetaria Retiro Azul, ambos em Palmela e na Loja do Queijo, em Azeitão. O preço do pastel é desde 1,20€.

Mas se pensa que este é o primeiro doce de Nuno Gil, desengane-se. O chef é conhecido por criar doces para homenagear a excelência dos produtos regionais da Península de Setúbal. O proprietário da Confeitaria de S. Julião, em Palmela, já tem mais de 20 anos de carreira, dividida entre cozinha e pastelaria.

Já inventou dezenas de doces, com destaque para o pastel de moscatel, laranja de Setúbal, choco, D. Filipe, Santiago, caramelo, miminhos de maçã riscadinhabombons de aguardente Villa Palma da Adega Cooperativa de Palmela, pastel da Marateca, de ginja e a queijada do Anjo.

tags: Câmara Municipal de Setúbal, Convento de Jesus, novidade nis, Nuno Gil, Pastel de Noz, pontos de venda, receita conventual, setúbal