comida

Comer peixe grelhado no Verde e Branco é ir ao céu e voltar

O restaurante de Setúbal, aberto desde 1974, é visita obrigatória assim que chega o bom tempo.
Foto de Ana Elisa Nunes.

Se a Dina fosse um jogador de futebol era o Cristiano Ronaldo. Está lá, em todas as frentes, e quando há apuros, ela resolve. 

A Dina tem ar de mulher firme e forte, mas um coração de menina. É uma das donas do Verde e Branco, um dos melhores restaurantes de peixe grelhado de Setúbal, e não admite que alguém coma mal. 

Quando lá cheguei no 1 de maio, ainda bem longe da uma da tarde, já não havia lugares para ocupar. Com o nome já na lista, perguntei se havia sardinhas, que tantas saudades delas tenho eu. Ainda não estão boas, disseram-me, mas há muito peixe fresco para escolher. 

Bem sei, que o meu tio Zé vai lá muitas vezes deixar salmonetes, outra das minhas perdições.

Enquanto esperava lá fui observando a Dina, preocupada com as travessas e as pessoas por sentar. Toda a gente chama por ela como se fossem família e ela responde com um ar de quem nos está a cuidar. 

Sentou-me não sem antes falar com a minha filha, que ela tantas vezes alimentou ainda antes de nascer. Desta vez não houve as sardinhas para me deixar com os olhos a brilhar, mas veio choco com tinta cortado aos bocadinhos (12€) e duas postas de peixe espada (10€) para me consolar. 

Para acompanhar umas batatas cozidas no ponto, com tempero de alho e coentros e uma salada com pimentos (2,50€) como manda a lei. 

Não se termina uma refeição no Verde e Branco, aberto desde poucos dias antes do 25 de Abril de 1974, sem provar o pudim flan (2€), que merece sempre bis. 

O Verde e Branco não é um restaurante turístico de centro da cidade e ainda bem. Lá fala-se a língua dos pescadores, sem manias nem luxos que não são para lá chamadas. 

No Verde e Branco há as duas coisas essenciais: bom peixe fresco todos os dias e a Dina, porque sem ti Dina, não seria a mesma coisa. 

O restaurante abre para almoços, das 12 às 15 horas, entre terça-feira e domingo.

tags: crónica, peixe assado, peixe grelhado, setúbal, verde e branco