comida

Atenção, há um novo bolo regional feito de hidromel

O doce é apresentado na Feira Medieval de Palmela. Leva laranja, limão, canela, mel, passas de uva e muito mais.
É uma delícia.

Há novidades na doçaria regional. O bolo de hidromel é mais uma criação, da autoria do chef Nuno Gil, feito à base da bebida típica dos cavaleiros. E para apresentar o doce, nada melhor que a Feira Medieval de Palmela, que arranca esta sexta-feira, 27 de setembro, e vai até domingo, 29, domingo. 

O bolo leva açúcar, ovos, farinha, laranja, limão, canela, erva doce, passas de uva, mel e hidromel e já pode comprá-lo na Feira Medieval, a partir desta sexta-feira. Nuno Gil explicou que o novo doce “vai buscar muitos dos produtos que caracterizam a nossa terra, como as passas de uva, as amêndoas, as nozes e a laranja. A adição de hidromel é uma inovação, que lhe confere um sabor inconfundível”.

O chef acrescentou ainda que “esta nova iguaria evoca recordações e emoções desde tenra idade, sabores e cheiros de que somos testemunhas”. O hidromel é uma bebida, que resulta da fermentação alcoólica do mel e é considerado a primeira bebida produzida pelo homem, antes do aparecimento da vinha. Os romanos atribuíam-lhe propriedades afrodisíacas e os vikings responsabilizavam-no pela bravura dos seus guerreiros.

Nuno Gil é conhecido por criar doces para homenagear a excelência dos produtos regionais da Península de Setúbal. É o proprietário da Confeitaria de S. Julião, em Palmela e já tem mais de 20 anos de carreira, dividida entre cozinha e pastelaria.

O hidromel era a bebida típica dos cavaleiros medievais.

Já inventou dezenas de doces, com destaque para o pastel de moscatel, laranja de Setúbal, choco, D. Filipe, Santiago, caramelo, miminhos de maçã riscadinhabombons de aguardente Villa Palma da Adega Cooperativa de Palmela, pastel da Marateca, de ginja, queijada do Anjo e mais recentemente o pastel de noz do Convento de Jesus.

Sob o tema “Inauguração da Torre da Menagem no Reinado de D. Dinis”, a feira vai contar com três dias de cultura, música, bailes, dança aérea, torneios, jograis, falcoaria, mercado medieval, danças antigas, jogos e combates ao vivo. Os bilhetes para o evento estão à venda, desde o início de setembro no Posto de Turismo de Palmela, Casa Mãe da Rota de Vinhos da Península de Setúbal e na Biblioteca Municipal de Pinhal Novo, mas também podem ser comprados no próprio dia. O preço do bilhete diário são 3€ e o passe dos três dias custa 6€.

tags: apresentação, bolo de hidromel, Confeitaria de S. Julião, doçaria regional, feira medieval de palmela, novidade nis, Nuno Gil, setúbal