comida

A Horta do Martins: o novo serviço que lhe entrega frescos em casa

Há cabazes fixos de frutas e legumes, mas também pode personalizar a encomenda.
As entregas são feitas em Setúbal, Palmela e Azeitão.

Quando a pandemia do novo coronavírus chegou a Portugal, o apelo da Direção-Geral da Saúde foi muito claro: evitar sair de casa ao máximo e estar em contacto com muitas pessoas nos espaços públicos. Foi nessa altura que Paulo Martins, 53 anos, decidiu criar um serviço de entregas de produtos frescos em casa para que as pessoas continuassem a consumir refeições saudáveis durante o isolamento.

“O aumento do número de casos de Covid-19 em Portugal despertou em mim um sentimento de responsabilidade social. Se tinha a possibilidade de fazer com que as pessoas pudessem reduzir o número de saídas de casa, porquê não fazê-lo? Além disso, era importante que as famílias mantivessem um nível de alimentação saudável”, conta à New in Setúbal.

Foi assim que no final de abril nasceu a Horta do Martins, um serviço de entrega de frescos (frutas e legumes) produzidos na horta dos pais de Paulo em Águas de Moura e também de outros produtores locais. O catálogo tem cabazes fixos: um constituído por legumes e outro por frutas. Custam 20€.

Se preferir, também pode personalizar o seu cabaz com os frescos de que precisa. Nesse caso, o preço varia consoante o tipo de produtos. Os cabazes do catálogo estão disponíveis nas páginas de Facebook e Instagram da Horta do Martins.

Há batatas, abóbora, alho francês, tomate, cebola, espinafres, cerejas, melancias, damascos, laranjas, entre outros. As encomendas são feitas por mensagem privada através das redes sociais Facebook ou Instagram da marca. Os cabazes são entregues na casa dos clientes às terças e sextas-feiras nos concelhos de Setúbal, Palmela e Azeitão. 

tags: A Horta do Martins, cabazes, distrito de setúbal, encomendas, fruta, legumes

outros artigos de comida

mais histórias de Setúbal