comida

5 restaurantes setubalenses participam na semana gastronómica “À Mesa com os Romanos”

À semelhança dos restantes participantes, os espaços criaram receitas únicas inspiradas na gastronomia romana.
O garum está na base das receitas romanas. (DR: Taste Atlas)

Os romanos deixaram uma marca extensa na Europa, desde a arquitetura, passando pelas artes, sem esquecer o latim, que deu origem à língua portuguesa. A acrescentar à cultura e às tradições, de um legado que sobrevive até à atualidade, está a rica gastronomia. Por exemplo, o garum foi o condimento mais valioso do Império Romano.

Para quem não sabe, trata-se de um molho de peixe fermentado, cheio de umami, agora recriado pelo Selo de Mar, em parceria com as Ruínas Romanas de Tróia, que foi o maior centro de produção de garum do mundo. Têm sido investigadas receitas antigas e desenvolvidas novas fórmulas de produção, com o objetivo de manter e preservar este ex-libris da região no passado. A importância desta civilização é, assim, reforçada com o desenvolvimento do Projeto Lisboa Romana | Felicitas Iulia Olisipo, com destaque para a primeira edição do “À Mesa com os Romanos — Semana Gastronómica”.

Entre 12 e 21 de julho, um total de 26 restaurantes da Área Metropolitana de Lisboa vão participar na iniciativa, incluindo cinco de Setúbal. “Numa semana gastronómica que tem como objetivo redescobrir, promover e divulgar a gastronomia da Roma Antiga, através dos seus ingredientes e das suas receitas, cada um dos 26 restaurantes selecionados para o evento disponibiliza um prato inspirado na alimentação dos romanos, com base numa confeção própria”, explica o Município de Setúbal.

Os spots setubalenses aderentes são o Charroco (chef Archan Tamang), Xtoria (Rafael Portásio e Leonard Conral), Casa do Peixe (Luís Cruz), Casa do Mar (Luís Mendes e Francisco Lino de Sousa) e Vela Branca (João Oliveira). O Charroco confecionou xerém de bivalves com torresmo de choco, o Xtoria propõe L’Eau de Peixe, a Casa do Peixe bolinhos de salmonete com creme de favas picantes, a Casa do Mar salada de peito de pato e o Vela Branca tataki de cavala com legumes grelhados e molho teriaky de garum de espadarte. As reservas para comer num devem ser efetuadas diretamente através do site oficial do projeto.

Iniciado em 2017, o projeto “Lisboa Romana | Felicitas Iulia Olisipo” é uma referência na divulgação do legado histórico e arqueológico da área geográfica que outrora compunha o antigo município romano de Felicitas Iulia Olisipo e o seu Ager, sensivelmente equivalente ao território da atual Área Metropolitana de Lisboa.

Já que aqui está, carregue na galeria para conhecer outro spot de Setúbal, o Tchissola, onde pode provar o género de gastronomia luso-africana. 

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA