comida

5 dos 10 melhores moscatéis do mundo nasceram em Setúbal

A bebida mais famosa da cidade brilhou no prestigiado concurso internacional Muscats du Monde. Portugal foi o País mais representado.
As referências brilharam no concurso Muscats du Monde.

O moscatel de Setúbal é indiscutivelmente uma das bebidas mais extraordinárias do mundo. Únicos e inimitáveis, não é surpresa, portanto, que cinco deles integrem o top dez da 22.ª edição do Concurso Internacional Muscats du Monde.

Ao todo, foram avaliados 168 moscatéis de 19 países, num evento que premeia a extraordinária diversidade aromática dos moscatéis, que decorreu a 6 e 7 de setembro, na localidade de Entre-Vignes, na região francesa de Occitânia. As cinco medalhas de ouro atribuídas este ano fizeram de Portugal o país com mais moscatéis nesta lista.

Numa seleção que varia entre os 7,15€ e os 30€, o Moscatel de Setúbal 10 anos da Adega Cooperativa de Palmela destaca-se pela grande complexidade aromática na qual se sentem notas de frutos secos, nozes, figos e mel. Obtido a partir da fermentação de uvas Moscatel, é interrompida através da adição de aguardente vínica, maceração pelicular durante um período mínimo de cinco meses. Neste lote foram usadas várias colheitas onde a mais recente tem pelo menos dez anos.

As uvas envelheceram tranquilamente na cave da adega em barricas de carvalho usadas. Por isso mesmo, deverá ser servido sozinho ou a acompanhar doçaria regional e chocolate a uma temperatura de 16ºC. Pode encontrá-lo à venda por 27,35€.

Moscatel de Setúbal 10 anos Adega de Palmela. À venda por 27,35€.

Em 22 anos de competições internacionais para eleger os melhores moscatéis do mundo, Portugal continua a acumular prémios. Para o presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, Henrique Soares, as distinções recorrentes do Moscatel de Setúbal neste concurso é o reconhecimento da qualidade dos produtores da região.

“Isto significa que a Península de Setúbal consegue ombrear com outras regiões mundiais importantes e que os os nosso produtos são um verdadeiro tesouro”. Esta é só mais uma prova disso mesmo.

Em 2020, o Moscatel Roxo de Setúbal Venâncio da Costa Lima Reserva da Família 2016 foi eleito o melhor do mundo, conseguindo colocar outro membro da sua família vinícola no top 10: o Moscatel de Setúbal Reserva da Família – 5 anos. Esta não foi, porém, a primeira vez que uma referência da Venâncio da Costa Lima recebeu o prémio máximo do Muscats du Monde. Já em 2016 e 2011 haviam conquistado esta distinção.

De cor dourada, que vai do topázio claro ao âmbar, e aroma floral exótico, o processo da criação de um moscatel como estes, sendo um vinho licoroso, envolve a adição de aguardente vínica logo após o início da fermentação de forma a parar este processo e conservar o açúcar natural das uvas. Os vinhos com Denominação de Origem (DO) “Setúbal”, são produzidos a partir das castas que lhe dão nome e têm uma área geográfica produtiva delimitada, desde 1907, pelos concelhos de Setúbal, Palmela, Montijo e a freguesia do Castelo pertencente ao município de Sesimbra.

Carregue na galeria para conhecer os restantes moscatéis distinguidos ao longo dos dois dias do evento.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DE SETÚBAL

AGENDA